Rocha Andrade: “O PS não tem o direito para ganhar votos de comprometer o futuro do pais”

O vice-presidente da bancada parlamentar socialista, diz que não há disponibilidade financeira para satisfazer todas as reivindicações em curso nos diferentes sectores.

Cristina Bernardo

Em entrevista à Antena 1 e ao Jornal de Negócios, Fernando Rocha Andrade, antigo secretário de Estado dos Assuntos fiscais e atual vice-presidente da bancada parlamentar do PS, considerou que seria pior para o país se o governo cedesse a reivindicações sectoriais de uma forma que não fosse sustentável, ou seja, sem ter capacidade de pagar. Os portugueses, segundo Rocha Andrade, “não perdoariam ao PS que tomasse decisões irresponsáveis” e acrescenta: “O PS não tem o direito para ganhar votos de comprometer o futuro do pais”.

Por outro lado, apesar de reconhecer que há uma grande carga fiscal na sociedade portuguesa, considera que não há lugar para redução de impostos sem redução da divida, ao mesmo ritmo. Essa deve ser a prioridade diz Rocha Andrade.

Nesta entrevista, Rocha Andrade adianta ainda que não espera outra coisa que não seja o que foi prometido em matéria de escalões de IRS, ou seja, nas tabelas de 2019 serão introduzidas as alterações que reflitam totalmente as alterações feitas ao imposto

Já quanto ao IVA Rocha Andrade defende que se caminhe para uma taxa única que pode ser de 18%.

Recomendadas

Presidente e primeiro-ministro reuniram-se em Lagos

Da reunião, que aconteceu pela primeira vez na cidade algarvia, resultou a promulgação de três diplomas e a divulgação de uma mensagem de solidariedade com os brasileiros pelos fogos na Amazónia.

Rui Rio critica insensatez e “perfil bloquista” de despacho sobre identidade de género

O presidente do PSD, Rui Rio, criticou esta quinta-feira a insensatez do “perfil bloquista” do despacho do Governo sobre a aplicação da lei da identidade de género nas escolas, considerando que foi revelado “pouco respeito pelas crianças”. Na rede social Twitter, Rui Rio afirma que “em Agosto, a um mês do começo das aulas, o […]

Portugal pode receber até 35 pessoas resgatadas do navio Ocean Viking

Bruxelas já tinha agradecido a disponibilidade dos Estados-membros que aceitaram acolher estes migrantes.
Comentários