Rui Barreto pede que a Madeira seja incluída nos instrumentos disponibilizados pelo Banco de Fomento

O secretário regional da Economia referiu que se tem constado nesta pandemia que “algumas empresas que têm viabilidades económica, que têm projetos sólidos estão com problemas da sua tesouraria, e que precisam da capitalização das suas empresas, do financiamento, conjugado com incentivos ao investimento, que poderão ter componente de fundo perdido mais acentuada”.

O secretário regional da Economia, Rui Barreto, elogiou a parceria estabelecida entre o Banco de Fomento Português (BFP) e o Instituto de Desenvolvimento Empresarial (IDE), salientando também que espera que os novos instrumentos disponibilizados a nível nacional pelo Banco de Fomento incluam também a Madeira.

O governante falava no webinar, obre ‘Soluções de Capitalização para apoiar as empresas da Madeira’ promovido pelo BPF em parceria com o IDE, onde referiu que se tem constado nesta pandemia que “algumas empresas que têm viabilidades económica, que têm projetos sólidos estão com problemas da sua tesouraria, e que precisam da capitalização das suas empresas, do financiamento, conjugado com incentivos ao investimento, que poderão ter componente de fundo perdido mais acentuada”.

Rui Barreto disse ainda que a região quer aproveitar as verbas que serão disponibilizadas através do React e do Plano de Recuperação de Resiliência (PRR), que devem chegar à Madeira em 2021, e disse esperar o apoio do Banco de Fomento no sentido de “aproveitar estas verbas para que elas possam chegar a bons projetos”.

O governante durante a sua intervenção destacou também a importância de manter os postos de trabalho.

Recomendadas

Governo da Madeira dá 3,6 milhões de euros a São Vicente para compensar danos do temporal

O governo da Madeira estabeleceu dois contratos-programa com São Vicente. Um para recuperação, reconstrução, e reposição de infraestruturas, no valor máximo de 2,4 milhões de euros, e outro para os trabalhos de limpeza e desobstrução de infraestruturas, no valor máximo de 1,2 milhões de euros.

Madeira espera receber quase 600 mil vacinas até fim de setembro

“Até final do terceiro trimestre, esperamos receber 596.755 doses de vacinas”, declarou Pedro Ramos, que quis assinalar a administração das 100.000 inoculações, deslocando-se ao centro de vacinação instalado no Madeira Tecnopolo, no Funchal.

Jardim Botânico da Madeira alvo de requalificação

O presidente do executivo madeirense confirmou também que será concluído o projeto para a instalação de uma ala tropical no Jardim Botânico, que deverá ter uma área de cinco mil metros quadrados.
Comentários