Rui Rio alerta que a dívida pública tem subido “ao contrário do que o Governo tem dito”

“Tal como tenho alertado – e ao contrário do que o Governo tem dito – a dívida pública não tem baixado; tem subido. O que baixou foi a relação entre a dívida e o PIB”, destaca o líder do PSD, em publicação na rede social Twitter.

O presidente do PSD, Rui Rio, publicou hoje uma mensagem na rede social Twitter em que alerta para o aumento da dívida pública em Portugal, “ao contrário do que o Governo tem dito”.

“Tal como tenho alertado – e ao contrário do que o Governo tem dito – a dívida pública não tem baixado; tem subido. O que baixou foi a relação entre a dívida e o PIB”, salienta Rio, na publicação em causa.

“Mas a taxa de juro, que determina o que os portugueses pagam de juros, incide sobre a dívida e não sobre um rácio”, conclui Rio.

O Banco de Portugal informou hoje que a dívida pública aumentou 400 milhões de euros em novembro, face a outubro, atingindo 251,48 mil milhões de euros, um novo máximo histórico.

Para o aumento da dívida em novembro contribuíram sobretudo os empréstimos e as emissões de títulos de dívida, ressalvou o Banco de Portugal.

Ler mais
Relacionadas

Dívida pública em máximos históricos em novembro

Dívida pública bateu recordes em novembro, pelo segundo mês consecutivo, impulsionada pelas emissões de títulos de dívida e empréstimos. Em dezembro, o valor deverá recuar , refletindo o pagamento antecipado ao FMI.
Recomendadas

Web Summit: Empresas portuguesas que participaram em 2016 arrecadaram financiamentos de 60 milhões de euros

As ‘startup’ portuguesas que participaram na primeira edição da cimeira tecnológica Web Summit em Lisboa, há três anos, já arrecadaram quase 60 milhões de euros em financiamento após 41 rondas de investimento, informou a organização à agência Lusa.

Reaberta circulação ferroviária na Linha de Cascais

A circulação ferroviária na Linha de Cascais, que esteve interrompida por causa de um atropelamento ao início da manhã de hoje, foi retomada cerca das 08:30, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.

Países do Mercosul aceleram entrada em vigor do acordo com União Europeia

Os países do Mercosul concordaram em entrar individualmente no acordo com a União Europeia à medida que o parlamento de cada Estado aprovar o texto, sem esperarem pela aprovação de todos as nações para oficializar a integração.
Comentários