Santander abre Work Café em Espinho

O Work café uma inovação em termos de agências bancárias, uma vez que junta no mesmo espaço um balcão de um banco e uma cafetaria.

DR

O Santander Totta abriu, em Espinho, o seu terceiro work café em Portugal, refere o banco liderado por Pedro Castro e Almeida. Localizado na rua onde se situava o antigo e emblemático “O Nosso Café”, este novo modelo de balcão combina os serviços de uma agência bancária com uma cafetaria e uma zona de co-working.

O Work café uma inovação em termos de agências bancárias, uma vez que junta no mesmo espaço um balcão de um banco e uma cafetaria.

“O Work Café representa uma inovação em termos de relação bancária, ao criar uma nova experiência no público em geral, com espaços acessíveis a todos e num horário mais alargado – entre as 8h30 e as 17h30. Em modo “open space”, o Work Café privilegia locais amplos e abertos, para permitir a sua utilização em pleno por parte da comunidade”, diz o banco português.

O balcão tem uma zona de acolhimento, para direcionar os clientes que queiram fazer as suas operações bancárias, seja através do Santander Express (Self Banking e ATM´s), ou de um atendimento personalizado com o gestor. O espaço está ainda adaptado para pessoas com necessidades especiais, com acessos para clientes de mobilidade reduzida.

“Depois de Lisboa e de Coimbra, este é assim o terceiro Work Café do Santander no país, que pretende responder às necessidades que as cidades têm em oferecer espaços para a comunidade, em zonas de elevado tráfego e, simultaneamente, vocacionados para uma relação próxima com os clientes”, refere a instituição.

Com a abertura deste balcão, que tem mais de 600 m2, “o Santander recupera um espaço com grande valor simbólico para a cidade, que estava encerrado há vários anos, e que era um grande ponto de encontro da comunidade. Ali se reuniam pessoas de várias gerações, para ler as principais notícias do dia, discutir política, futebol ou outros temas locais e do país. Muitos alunos tiveram ali sessões de explicações e eram frequentes os jogos de snooker, que tinha na altura muitos praticantes”, descreve o comunicado.

“Através de um layout moderno e sofisticado, e com wi-fi gratuito, o Work Café possui um espaço de co-working onde clientes e não Clientes podem trabalhar, beber um café, estudar ou promover uma reunião. Para Clientes que queiram reunir em locais mais reservados, estão também disponíveis gabinetes”, refere a nota.

Na cafetaria, o Santander estabeleceu uma parceria com o Grupo Delta, o maior produtor de café do país e com qualidade reconhecida, e privilegia produtos alimentares também de elevada qualidade, numa ótica saudável e “gourmet”.

A inauguração teve lugar esta sexta-feira e contou com a presença de Miguel Belo de Carvalho, administrador executivo do Santander, de Joaquim José Pinto Moreira, presidente da Câmara Municipal de Espinho, e de vários convidados da região.

Ler mais
Recomendadas

Banco de Portugal salienta que as moratórias públicas ou privadas devem ser tratadas da mesma forma

O Banco de Portugal destaca que a segundo esclareceu a EBA, as moratórias, de iniciativa pública ou privada, devem ser tratadas da mesma forma, desde que tenham um propósito e caraterísticas semelhantes. “A EBA definirá, em breve, quais os critérios a observar para o efeito”, diz a entidade de supervisão.

BPI alarga moratórias para famílias e empresas com carência de capital entre seis a doze meses

A partir de segunda-feira, os clientes que estejam em situação regular com o BPI poderão beneficiar do alargamento do regime da moratória publica junto do banco, que prevê dar carências de capital entre seis e doze meses.

Vírus atrasa auditoria ao Novo Banco

A conclusão da auditoria da Deloitte deverá derrapar para lá de 31 de maio.
Comentários