Santander é a marca com melhor reputação da banca

Pedro Castro e Almeida, Presidente Executivo do Santander em Portugal, diz em comunicado que “sermos reconhecidos pelos consumidores é para nós um grande motivo de orgulho. Percebemos que estamos no bom caminho e motiva-nos ainda mais para continuar a trabalhar”.

Cristina Bernardo

O Santander é a marca com a melhor reputação da banca em Portugal, segundo o Marktest Reputation Index (MRI) 2019. O Banco Santander subiu este ano ao 1º lugar do setor. O Banco obteve as avaliações mas altas do setor nos atributos de Admiração, Confiança, Imagem e Word-of-Mouth (WOM). Na Familiaridade ocupou em ex-aequo a segunda posição.

O MRI tem como objetivo posicionar as marcas num ranking, comparando-as assim com a concorrência. Analisa também a sua reputação, do ponto de vista dos utilizadores ou não utilizadores da marca.

Pedro Castro e Almeida, Presidente Executivo do Santander em Portugal,  comentou em comunicado este resultado: “sermos reconhecidos pelos consumidores é para nós um grande motivo de orgulho. Percebemos que estamos no bom caminho e motiva-nos ainda mais para continuar a trabalhar, de forma a prestar o melhor serviço possível aos nossos clientes e a merecer a sua confiança. Iremos continuar a desempenhar a nossa atividade sempre com o foco no cliente e com o objetivo presente de ser uma referência no setor”.

O Marktest Reputation Index é desenvolvido anualmente, constituindo-se uma importante ferramenta de benchmark, que ajuda as marcas a conhecer o seu posicionamento no mercado e a definir estratégias, com base nas escolhas e recomendações dos consumidores. Nesta edição foram avaliadas 25 categorias, num total de 133 marcas.

Esta é a segunda vez que o Santander é considerado o mais reputado da banca portuguesa, depois de, em fevereiro, a On Strategy, através do estudo Global RepScore Pulse, ter feito semelhante distinção. Neste caso, destacou-se em indicadores como liderança, inovação, performance, responsabilidade social corporativa, governance, cidadania e local de trabalho.

O Banco recebeu ainda o Prémio Cinco Estrelas 2019 na categoria de grandes bancos, numa avaliação que teve em consideração variáveis como a satisfação, a recomendação, a confiança na marca e a inovação.

Ler mais
Recomendadas

Abanca sem interesse no Eurobic. Banco espanhol diz que quer crescer através de aquisições em Portugal

Quando questionado sobre se manteria o interesse em retomar as negociações para a compra do EuroBic, o banqueiro espanhol afastou liminarmente esta possibilidade.

Abanca reduz lucros em 47% para 133 milhões de euros

Juan Carlos Escotet referiu que o Abanca desistiu definitivamente do EuroBic, “mas que continua muito atento e interessado em crescer em Portugal e atento a oportunidades”, pois Portugal é um mercado importante para o banco espanhol. Abanca constituiu imparidades no valor de 163 milhões de euros devido à pandemia da Covid-19.

Fitch: Montepio com pior rácio de capital e BCP com maior dimensão de ativos problemáticos

A Fitch fez um estudo comparativo de seis bancos – CGD, BCP, Novo Banco, Santander Totta, BPI e Banco Montepio. Comparou o rácio de capital de cada com os requisitos regulamentares e comparou o peso dos ativos problemáticos líquidos no capital de melhor qualidade. O Montepio e o Novo Banco saem pior na fotografia. O BCP tem um maior volume de ativos problemáticos mas estes pesam menos no capital.
Comentários