Santo Antão ganha mais um centro de turismo

A ilha cabo-verdiana terá um novo espaço de interpretação turística na Ribeira das Patas ainda este ano.

A ilha de Santo Antão, em Cabo Verde, vai ganhar um quarto centro de turismo e de interpretação turística que se localizará em Ribeira das Patas, no município do Porto Novo.

O centro de Ribeira das Patas junta-se a outros três, abertos ao longo de 2019, em toda a ilha, e faz parte dos investimentos turísticos previstos para o município do Porto Novo, em 2020, à volta de 32 mil contos.

O projeto de criação do centro de turismo e de interpretação turística da Ribeira das Patas, localidade que está a apostar no turismo rural com a construção de algumas unidades turísticas, está estimado em mais de três mil contos, montante cofinanciado pela câmara do Porto Novo e pelo Governo de Cabo Verde.

Santo Antão dispõe de três infraestruturas do tipo, situadas nas cidades do Porto Novo, Pombas e Ribeira Grande, criadas no quadro do projeto Raízes (Redes locais para o turismo sustentável e inclusivo), nesta ilha.

Esta ilha, pelos projetos que estão sendo implementados e em carteira, configura-se já como “ilha piloto” em termos de boas práticas em matéria de turismo sustentável neste arquipélago africano.

Recomendadas

BIC Cabo Verde tem apenas 12 trabalhadores e lucrou 5,2 milhões de euros em 2018

O banco BIC Cabo Verde (BIC-CV), participado pela empresária angolana Isabel dos Santos e que está a ser inspecionado pelo banco central cabo-verdiano, apresentou lucros de mais de cinco milhões de euros em 2018, tendo apenas 12 trabalhadores.

Ministro das Finanças de Cabo Verde garante que fundo soberano estará operacional em 2020

O processo de montagem do fundo soberano de 90 milhões de euros está em curso e o mesmo deve estar operacional ainda este ano, garantiu o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças cabo-verdiano.

Cabo Verde e Estados Unidos vão alargar cooperação bilateral na Defesa

O ministro cabov-verdiano Luís Filipe Tavares explicou que o leque de cooperação entre os dois países é “muito vasto”, avançado que Cabo Verde vai passar a ter mais três navios apropriados para a vigilância costeira.
Comentários