Sara Cerdas apela a maior incentivo à agricultura biológica

A candidata do PS Madeira ao Parlamento Europeu disse que uma maior aposta na agricultura biológica permitiria manter a sustentabilidade do ambiente, sendo também importante na manutenção das paisagens da região autónoma.

Um maior incentivo na agricultura biológica foi o apelo deixado por Sara Cerdas, candidata do PS Madeira ao Parlamento Europeu, na visita ao Bio Hotel Quinta da Serra.

A candidata do PS Madeira disse que esse maior incentivo à agricultura biológica permitir manter a sustentabilidade do ambiente e garantir a saúde e bem-estar.

Sara Cerdas acrescentou que esta é uma prática agrícola regulada a nível europeu, sublinhando que a actividade ser também importante na manutenção das paisagens da região autónoma.

Foi ainda dito por Sara Cerdas que o Bio Hotel Quinta da Serra integra várias área prioritárias, identificada no manifesto Geração Madeira, que vai servir como guia à atuação da candidata socialista ao Parlamento Europeu, entre as quais o turismo, a agricultura, o emprego e o combate às alterações climáticas.

Recomendadas

Madeira e Canárias defendem que controlo sanitário deve ser sempre feito na origem das viagens

Os governos da Madeira e de Canárias querem afirmar esta posição internacionalmente, e “continuar a fazer ver junto da União Europeia que as Regiões Ultraperiféricas têm especificidades próprias que justificam esta defesa”, e alertaram para a necessidade de reforço dos fundos europeus para fazer face aos constrangimentos provocados pelo coronavírus.

Assembleia da República discute três propostas relacionadas com regiões autónomas entre elas a suspensão da Lei das Finanças Regionais

Em discussão vão estar as propostas do PSD e do CDS-PP que visam a suspensão de dois artigos da Lei das Finanças Regionais, e ainda outra proposta do PSD que tem como intuito a suspensão de várias prestações do empréstimo, contraído pela Madeira, junto do Governo da República, no âmbito do Plano de Ajustamento Económico e Financeiro, de modo a que a região autónoma tenha disponíveis mais meios para responder aos impactos provocados pelo coronavírus.

Madeira: PCP propõe gabinete para micro e pequenas empresas acederem a medidas de apoio ao coronavírus

Os comunistas madeirenses alertam que o acesso aos apoios às empresas, que foram decretados pelos governos, requerem um conjunto de actos burocráticos que muita micro e pequenas empresas da região não vão ter condições humanas e técnicas para poder concretiza-las e para aceder aos referidos apoios.
Comentários