Sara Cerdas eleita eurodeputada do ano na categoria de saúde

A eurodeputada comprometeu-se a continuar a trabalhar “para tornar a saúde uma prioridade europeia e lutar por uma verdadeira União Europeia da saúde, que não deixe ninguém para trás”.

Sara CERDAS in the EP in Brussels

A eurodeputada madeirense, eleita pelo PS, Sara Cerdas, foi eleita eurodeputada do ano na categoria de saúde “MEP Awards”, organizado pela “Parliament Magazine”.

Sara Cerdas agradeceu o reconhecimento e diz que isso reflete que o trabalho que tem sido desenvolvido no Parlamento Europeu está no rumo certo.

“A saúde tem estado no centro da agenda e do processo de tomada de decisão. Fomos atingidos por uma pandemia que expôs as fragilidades de todos os sistemas de saúde, mas a saúde vai muito além da prestação de cuidados. O meu trabalho no Parlamento Europeu tem incidido na defesa de uma verdadeira União Europeia da saúde, que defenda e salvaguarde os interesses dos portugueses e de todos os cidadãos europeus”, disse a eurodeputada.

A socialista agradeceu aqueles que de forma direta e indireta contribuíram para o sucesso do seu trabalho, onde incluiu a sua equipa, a delegação socialista portuguesa no Parlamento Europeu, o seu grupo político no Parlamento Europeu, os socialistas e democratas (S&D Group), e o Partido Socialista.

A eurodeputada comprometeu-se a continuar a trabalhar “para tornar a saúde uma prioridade europeia e lutar por uma verdadeira União Europeia da saúde, que não deixe ninguém para trás”.

Recomendadas

Câmara do Funchal aprova isenções de um milhão de euros para a economia local

Foram aprovadas isenções nas taxas de ocupação de espaço público e de publicidade, em áreas como o comércio, bares e restauração. A hotelaria, alojamento local e serviços terão isenções nas tarifas fixas para as taxas de água, e resíduos. Os profissionais do táxi terão isenção nas renovações das licenças e nas taxas de publicidade. Foram anunciadas também isenções nas taxas ligadas ao urbanismo.

Juventude Popular pede à Universidade da Madeira prolongamento do primeiro semestre

A JP Madeira diz concordar com a suspensão das aulas e avaliações devido à subida do número de infetados por covid-19 na região, mas alerta que esta suspensão “criou nos alunos e professores uma enorme pressão para a realização das avaliações de cada unidade curricular, e a falta de ação decisiva do Conselho de Gestão agravou a incerteza e pressão sobre os alunos desta universidade”.

Finalizada obra de repavimentação do Caminho da Ladeira. Custo chega aos 46 mil euros

A obra incluiu a pavimentação integral do Caminho da Ladeira, no troço compreendido entre a Estrada Comandante Camacho de Freitas e o Caminho da Terra Chã.
Comentários