Só a EDP se salvou. PSI 20 teve pior dia do ano

O PSI20 encerrou a sessão desta sexta-feira a cair 2,04%, para 5.160,37 pontos. Maré ‘vermelha’ nas bolsas europeias, Portugal incluída. Mota-Engil, Pharol e Sonae SGPS com as piores quedas.

Cristina Bernardo

O índice bolsista português, PSI 20, teve esta sexta-feira o seu pior dia do ano ao desvalorizar 2,04%, para 5.160,37 pontos, no fecho da sessão, seguindo a tendência vermelha europeia.

Só a EDP escapou a uma maré vermelha nacional, subindo 0,29%, para 3,43 euros, “impulsionada pela revisão em alta do preço-alvo atribuído pelo Goldman Sachs”, afirma Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium investment banking.

De resto todas as cotadas portuguesas encerraram a sessão no vermelho. A Mota Engil caiu 5,63%, para 2,09 euros. A Sonae SGPS tombou 5,40%, para 0,92 euros e a Pharol depreciou 5,08%, para 0,19 euros.

Já a petrolífera Galp desvalorizou 2,81%, para 13,83 euros.

Os CTT caíram 1.42%, para 2,64 euros depois da notícia do grupo espanhol Correo Express ter optado por adquirir 51% da Rangel Expresso.

“A última sessão da semana foi muito penalizadora para as bolsas europeias. Os valores preliminares sinalizaram uma perda de momentum da atividade na Zona Euro e nos EUA e geraram nervosismo nos investidores, perante o potencial impacto económico que tal possa gerar no 1ºtrimestre. A entrada inesperada em contração da atividade na indústria e nos serviços franceses e um agravamento muito mais acentuado que o previsto da atividade transformadora alemã tiveram rosto visível na queda das yields da dívida soberana germânica para valores negativos pela primeira vez desde 2016”, explica Ramiro Loureiro.

Na Alemanha, o DAX desceu 1,58%, no Reino Unido, o FTSE 100 caiu 2,03%, o francês CAC 40 desvalorizou 2,02%, o holandês AEX depreciou 1,18%. Em Espanha, o IBEX35 desceu 1,73% e o italiano FTSE MIB caiu 1,36%.

A cotação do barril de Brent caiu 1,47%, para 66,39 dólares, enquanto a cotação do crude WTI desceu 1,51%, para 58,47 dólares por barril.

No mercado cambial o euro desvalorizou 0,75%, para 1,12 dólares.

Ler mais
Relacionadas

Europa condiciona Wall Street

Na Europa, o mercado está em baixa depois de ter sido revelado que a atividade na indústria na Zona Euro recuou devido à quebra da procura, um sinal do arrefecimento da economia mundial. Os índices de produção na Alemanha caíram para mínimos de junho de 2013.

Bolsa de Lisboa segue Europa em terreno negativo. REN recua após queda nos lucros

O PSI-20 perde cerca de 1%, após ter arrancado a sessão em alta. A EDP avança 0,29%, para 3,43 euros, depois de o banco de investimento Goldman Sachs ter revisto em alta a cotada. Também a Corticeira Amorim está em contraciclo.
Recomendadas

Bolsa nacional acompanha Europa, dominada pelo tema Brexit

Em Lisboa, há quinze empresas cotadas a negociar em alta, uma em baixa e duas sem variação.

Brexit, uma história interminável

O mercado está agora numa fase de algum risco acrescido, que a época de resultados não tem conseguido amenizar, até porque as empresas não fazem milagres e o ambiente económico é hoje bem mais desafiante do que há um ano

Topo da agenda: tudo o que não pode perder na economia e nos mercados esta semana

A reunião do BCE esta quinta-feira será a última do mandato de Mario Draghi, numa semana na qual a incerteza sobre o Brexit irá continuar. A época de resultados chega ao PSI 20, com a Galp e a Jerónimo Martins a divulgarem números do terceiro trimestre.
Comentários