Sondagem: Ana Gomes sobe, Marcelo e Ventura recuam

Enquanto Ana Gomes sobe nas intenções de voto, Marcelo Rebelo de Sousa, que ainda não confirmou a sua recandidatura, verificou uma descida.

Cristina Bernardo

A ex-eurodeputada Ana Gomes continua a subir nas intenções de voto para as eleições presidenciais, avança o Jornal de Negócios com base numa sondagem da Intercampus, esta sexta-feira, 23 de outubro. A candidata de Belém reúne uma intenção de 17,2%, com mais 3,2% do que no mês de setembro ainda antes de confirmar a corrida à Presidência da República.

No entanto, enquanto Ana Gomes sobe nas intenções de voto, Marcelo Rebelo de Sousa, que ainda não confirmou a sua recandidatura, verificou uma descida, com as intenções a fixaram-se em 56,2%, menos 4% do que no mês passado. Também André Ventura, do Chega, observou uma descida de 1% para os 8,2% face a setembro.

Por sua vez, a candidata Marisa Matias mantém-se nos 6,1%, enquanto Tiago Mayan Gonçalves, apoiado pela Iniciativa Liberal subiu um ponto para 1,5%. João Ferreira, apoiado pelo PCP, regista 2,9% das intenções de voto dos portugueses.

Recomendadas

António Costa: “não há plano B” para bloqueio no orçamento da União Europeia

O primeiro-ministro português, António Costa, disse hoje não existir um plano B ao bloqueio na aprovação do orçamento da União Europeia (UE) e do novo Fundo de Recuperação, instando ao fim do braço de ferro da Hungria e Polónia.

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE, diz António Costa

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a Covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

António Costa: “ninguém tem legitimidade” para questionar o compromisso de Portugal com os valores da União Europeia

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje, em Bruxelas, que “ninguém tem legitimidade” para questionar o compromisso “inequívoco” de Portugal com os valores da União Europeia, quando confrontado com uma alegada oposição a um mecanismo sobre o Estado de direito.
Comentários