Sporting vai dar cheque bebé de 250 euros aos trabalhadores que tenham filhos em 2020

Apesar de só entrar em vigor no próximo ano, o plano leonino contempla a igualdade de género em diferente modelos, em que pretende “assegurar e contribuir para um processo de recrutamento justo e objetivo para mulheres e homens”, além da “garantia de justiça salarial”.

Rodrigo Antunes/Lusa

O clube de Alvalade apresentou o plano para a igualdade referente ao próximo ano. “A igualdade de género significa a igual visibilidade, poder e participação de homens e mulheres em todas as esferas da vida pública e privada”, sustenta o Sporting num plano de enquadramento apresentado na Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) esta segunda-feira.

O Sporting CP apresenta a atribuição de um “cheque bebé”, no valor de 250 euros, a trabalhadores cujos filhos nasçam em 2020. Sabe-se que a medida entra em vigor a partir do dia 1 de janeiro de 2020.

Apesar de só entrar em vigor no próximo ano, o plano leonino contempla a igualdade de género em diferente modelos, em que pretende “assegurar e contribuir para um processo de recrutamento justo e objetivo para mulheres e homens”, além da “garantia de justiça salarial”.

De forma a “favorecer a conciliação entre a vida profissional e vida familiar”, o clube vai permitir a dispensa dos colaboradores “sem perda de qualquer direito e remuneração” em três ocasiões distintas, sendo elas os aniversários dos trabalhadores, dos filhos dos trabalhadores e na manhã do primeiro dia de escola dos filhos, até ao segundo ciclo.

“Prevenir práticas de assédio e afirmar uma cultura empresarial de respeito” é outro objetivo assumido pelo clube leonino, a par da “garantia de justiça social” e da “igualdade no acesso ao emprego”. É desta forma que o clube dirigido por Frederico Varandas prevê afirmar o compromisso de contribuição para “uma participação mais equilibrada de mulheres e homens no mercado de trabalho e na vida familiar”.

Além destas medidas, a SAD do Sporting vai ainda reforçar parcerias com serviços externos de saúde, educação, desporto, juventude, infância e cultura ao longo de todo o próximo ano.

O clube leonino é composto por 338 membros, sendo que apenas 81 (24%) são mulheres. Dentro dos atletas juniores e profissionais, a representação de mulheres diminuiu para 19,3%. Nos cargos de chefia, a quota de mulheres é de 29%.

Apresentando o balança no universo feminino, a SAD sportinguista salienta o “investimento realizado nos desportos femininos, nomeadamente no futebol feminino”, que foi criado em 2016. “Começou com escalão de seniores, juniores e juvenis e recentemente foi introduzido o escalão de iniciados. Deve-se esta aposta justamente à iniciativa da Sporting SAD em promover a igualdade e desmistificar a perceção de que o futebol é um desporto masculinizado”, afirma o documento divulgado na CMVM.

Ler mais
Recomendadas

Telefónica aposta mais de três mil milhões na La Liga até 2022

Números assegurados pela Telefónica têm por base o potencial que os conteúdos exclusivos da La Liga Santander e La Liga SmartBank que poderão proporcionar outros ganhos no que respeita à retransmissão dos jogos.

‘Caso Marega’: Já foram identificados mais de 20 suspeitos de insultos racistas

Está em fase de conclusão o processo de identificação dos suspeitos de insultos racistas ao jogador do FC Porto, Moussa Marega. Mais de duas dezenas de adeptos foram já identificados através da ajuda de videovigilância e testemunhos de outros adeptos. Nos próximos dias mais pessoas podem ainda integrar a lista de suspeitos.

Itália: três jogos de futebol adiados devido ao surto de coronavírus

Em causa estão as seguintes partidas da Serie A: Inter-Sampdoria, Verona-Cagliari, Atalanta-Sassuolo. Foi também adiado o Ascoli-Cremonese, da Serie B.
Comentários