Startup fundada por ex-CEO da TAP recebe financiamento para contratar em Portugal

A plataforma de viagens P2D Travel, liderada Antonoaldo Neves, vai também abrir uma escritório no México, depois do investimento da Point Break Capital.

A startup fundada por Antonoaldo Neves, ex-CEO da TAP, recebeu financiamento do fundo norte-americano Point Break Capital que lhe permitirá investir a Portugal. A P2D Travel, que se descreve como uma plataforma online para empreendedores terem sua própria agência de viagens digital, irá contratar colaboradores no país, que se juntarão a uma equipa composta por meia centena de trabalhadores.

“Com o investimento, a P2D vai acelerar os esforços de recrutamento de parceiros e agentes de viagens no Brasil e Portugal, onde já opera atualmente, bem como iniciar a sua expansão internacional com a criação de uma base no México, onde acaba de recrutar a equipe para iniciar as operações, pavimentando assim o caminho para entrar no mercado dos Estados Unidos”, informou o empresário brasileiro, antigo diretor da companhia aérea portuguesa e da Azul Linhas Aéreas, nas redes sociais.

A P2D Travel ficou assim avaliada em 85 milhões de reais (aproximadamente 13 milhões de euros).

A Point Break Capital LP é um hedge fund que tem aproximadamente 4 mil milhões de dólares (cerca de 3,4 mil milhões de euros) em ativos sob gestão, tornando-o num doa maiores fundos privados do mundo, e cujo investimento mínimo são 100 mil dólares (na ordem dos 85 milhões de euros). Uma das gigantes na qual o fundo tem uma posição é na empresa de casinos Caesars Entertainment, dos Estados Unidos (EUA).

Antonoaldo Neves destaca, numa publicação no LinkedIn, que a Point Break Capital é “apoiada por um grupo selecionado de empresários experientes com longo histórico no Brasil, EUA e Europa”. Logo, este investimento permitirá à sua startup, criada em 2020, disponibilizar mais e melhoradas ferramentas de marketing aos parceiros – que são mais de mil – para “promoverem viagens nas redes sociais” e “conectar mais fornecedores de produtos e serviços de forma direta”.

Recomendadas

Lista do quadros do Montepio alerta que 57% dos associados não pode votar presencialmente

“Verificou-se que a atual Administração optou por deixar de fora do voto presencial os Associados dos Açores, Madeira, Faro, Évora, Beja, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Setúbal, Leiria, Aveiro, Coimbra, Viseu, Viana do Castelo, Bragança, Braga, Santarém e Vila Real”, alerta a lista liderada por Pedro Gouveia Alves.

Marcelo defende que Estado e privados se unam na reconstrução do turismo

“É necessário que os agentes privados e os poderes públicos tenham uma visão coletiva a médio prazo. Os privados sabem que a retoma da atividade turística requer um horizonte a vários anos. É bom que Estado partilhe essa necessidade de uma visão a médio e longo prazo para o turismo”, defendeu o Chefe de Estado.

5G: Com novas regras em vigor, propostas somam os 375,4 milhões

As propostas dos operadores no leilão 5G somaram hoje 375,4 milhões de euros, no 180.º dia de licitação principal, de acordo com os dados divulgados pela Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom).
Comentários