Startup madeirense footAR, Bbox Sports e Full Venue escolhidas pelo Global Virtual Accelerator

As três startups já foram galardoadas em palcos internacionais. Com esta distinção no Global Virtual Accelerator passam a trabalhar com diversas organizações desportivas, onde se incluem modalidades como o basquetebol, rugby, e eSports.

A madeirense footAR foi uma de três startups portuguesas, a par da BBox Sports e a Full Venue, escolhidas para trabalhar com 16 equipas a nível internacional, no âmbito do GVA2 (Global Virtual Accelerator) da Hype Sports Innovation.

A footAR permite foca-se na experiência em direto do fã de desporto.

“Através de um aplicativo second screen, de forma gratuita, os utilizadores têm acesso a dados estatísticos personalizados que não são disponibilizados nos canais convencionais, como por exemplo, não apenas quantificar o número de remates num jogo de futebol, mas indicar a percentagem que cada um destes têm de resultar em golo, calculados em tempo-real. Além disto, fomenta a experiência entre os fãs, colocando à sua disposição ferramentas para interação entre os mesmos, criando um ambiente virtual onde têm acesso a diversos prémios, por interagir. Uma espécie de jogo dentro de cada jogo”, refere a organização.

Para além da footAR foram selecionadas também a BBox Sports e a Full Venue.

A BBox Sports é uma startup “focada no fan engagement, onde através do desenvolvimento de produtos oficiais ligados a um mundo de Realidade Aumentada, oferece aos clubes de futebol uma ferramenta de engagement que permite aos clubes uma maior ligação com os seus fãs”.

Para atingir este objetivo a startup criou os LADS Collectibles, “coleccionáveis oficiais de equipamentos de futebol, onde jogadores e lendas, após instalar a app BBox Sports (disponível em iOS e Android), ganham vida através de Realidade Aumentada sendo apenas necessário um dispositivo móvel. Além de fotografias e vídeos com jogadores, a BBox Sports oferece aos fãs visitas aos estádios, museus, relvado bem como muitas outras áreas privadas ao público, como balneários e os autocarros das equipas”.

A BBox Sports já trabalha com SL Benfica, Sporting CP e Federação Portuguesa de Futebol e encontra-se a fechar parceria com o River Plate (Argentina), FC Porto e Atlético de Madrid.

Já a Full Venue foi criada para revolucionar a forma como “as organizações tiram partido da vasta quantidade de dados partilhados pelos seus clientes” e que se propõe a “calcular a probabilidade exata de um cliente adquirir um produto, através da utilização de Inteligência Artificial”.

A startup é liderada por Tiago Costa, antigo Gestor de Projetos na área do Digital da Federação Portuguesa de Futebol, a FullVenue.AI está no seu primeiro ano de atividade e começa já a mostrar uma forte tração, e possui parceria com a Federação Belga de Futebol e com o Sport Lisboa e Benfica. “Recentemente abriram-se portas em duas das ligas mais poderosas do mundo, a Premier League e a NBA, através do interesse do Wolverhampton e dos Milwaukee Bucks. Em negociações para fechar uma Seed Round de investimento, a FullVenue.AI vai em breve fazer crescer a sua equipa, estando planeado abrir um conjunto de oportunidades para diferentes perfis, em áreas como, Data Science, Digital Marketing e Business Development”, sublinha a organização.

Três startups galardoadas internacionalmente

A FootAR já recebeu várias distinções entre as quais: EIT Digital (Bélgica) – Vencedores do programa de aceleração do Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia. Investidores no projeto; HYPE Sports Alumni (Israel) – 2020 e 2021 – Top 30 de +1000 candidaturas. Seleções por parte de parceiros como clubes de futebol como PSG (França), Wolves (Inglaterra) ou Nacional (Uruguai) ou entidades como FIBA e Deltatre; Vodafone Power Lab (Portugal) – Seleção para uma parceria direta com a Vodafone, para o seu programa restrito de Startups; Startup Madeira (Portugal) – Vencedores programa StartNow (ex- StartWeb); leAD Sports Accelerator Selection Days (Alemanha) – Top 20 de +350 candidaturas; WebSummit Alpha Startup (Global) – A convite da organização, com acesso a pitch, parcerias, clientes e reuniões com investidores; Collision Alpha Startup (Canadá) – A convite da organização, com acesso a pitch, parcerias, clientes e reuniões com investidores.

A BBox Sports já ficou no TOP 10 startup’s escolhidas pelo City Group 2019 (grupo detentor do Manchester City); TOP 20 startup’s pelo Qatar Sports Tech 2019; World Football Summit Startup Cup 2020 – Selecionada no TOP 8 para a grande final entre +90 empresas no mundo que actuam na área do desporto; Hype Global Accelerator 2020 – Selecionada no TOP 5 entre +1000 candidaturas a nível mundial que actuam na área do desporto, tendo sido selecionada para potenciais pilotos com os parceiros Hype e Clubes de Desportivos como: Clube Atlético River Plate, Los Angeles FC, Paris Saint-Germain, NY Islanders (Ice Hockey), Toronto Blue Jays (Baseball)

A startup foi ainda galardoado no Hype Global Accelerator 2021 onde foi Selecionada no TOP 8 entre +1000 candidaturas a nível mundial que actuam na área do desporto, tendo sido selecionada para potenciais pilotos com os parceiros Hype e Clubes de Desportivos como: Federação Francesa de Futebol, FC Koln; Bologna FC; Clube Nacional de Futebol; Chivas FC; Atletico Nacional; Philadelphia Phillies (Baseball); Atlanta Hawks (Baseball); Stade Français (Rugby); e ainda na ABSG x Forbes + Sports Technology Virtual Convention 2020, China – Selecionada no TOP 8 entre +300 empresas no mundo que actuam na área do desporto.

A Full Venue teve distinções na EIT Digital Venture Program 2020 – Finalistas do programa de aceleração do Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia e vencedores de um prémio de 15 mil euros; HYPE Global Accelerator 2020 – Finalistas do Programa de Aceleração e vencedores do prémio de melhor pitch; HYPE Global Accelerator 2021 – Finalistas do Programa de Aceleração. Startup bootcamp Australia Sports & Event Tech 2021 – Selecionados para o Top 20 de entre 24000 Startups, vamos em Maio disputar o acesso ao restrito grupo de 10 Startups que irão ser finalistas deste programa.

Startups portuguesas vão trabalhar com entidades desportivas internacionais

As startups portuguesas, que foram escolhidas no Global Virtual Accelerator, vão trabalhar com algumas das maiores empresas e clubes desportivos a nível internacional tais como:

Club Nacional de Futebol (Bi Campeão Uruguaio)
Universidad Católica (Campeão Chileno)
Milwaukee Bucks (NBA)
Wolves (Premier League)
Stade Francais (Rugby)
E1 Series (Electric Powerboat Series)
Deltatre (Marketing Sports Agency)
FFF (Fédération Française de Football)
FC Köln (Bundesliga)
Bologna FC (sexto clube mais vitorioso no Campeonato Italiano)
Club Deportivo Chivas Guadalajara (1º clube vencedor da Liga dos Campeões Concacaf)
Club Atlético Nacional S.A. (maior campeão nacional Colombiano)
Philadelphia Phillies (Bi Campeão da World Series)
Atlanta Hawks (Basquetebol)
WASD (owner da Gambit eSports)
SK Gaming (eSports)

Ler mais
Recomendadas

Madeira celebra contrato-programa com Startup Madeira no valor de 534.100 euros

A decisão é justificada pela relevância estratégica da Startup Madeira enquanto “centro de referência ao nível da dinamização do empreendedorismo, enquanto instrumento de desenvolvimento regional, apoiando os empreendedores na implementação de projetos inovadores e enquanto contribuinte para a diversificação da economia regional”.

MUN – Madeira Model of United Nations promove debate sobre exploração do trabalho infantil

O MUN é uma “simulação de um debate das Nações Unidas, que contempla os ensinos secundário e universitário”.

Governo da Madeira assinala na segunda-feira arranque oficial da obra do Hospital Central da Madeira

Na segunda-feira será assinalado o início da 1ª fase da obra do novo hospital da Madeira referentes à escavação e contenções periféricas.
Comentários