Taxas Euribor caem a três, seis e 12 meses

A Euribor a três meses recuou hoje, para -0,403%, menos 0,001 pontos, contra -0,161% em 23 de abril, um máximo desde pelo menos janeiro de 2015, e o atual mínimo de sempre, de -0,489%, registado em 12 de março.No prazo de 12 meses, a taxa Euribor também desceu hoje ao ser fixada em -0,199%, menos 0,011 pontos, contra -0,053% em 22 de abril, um máximo desde pelo menos janeiro de 2015, e o atual mínimo, de -0,399%, em 21 de agosto de 2019.

As taxas Euribor desceram esta sexta-feira a três, seis e a 12 meses em relação a ontem.

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, caiu hoje para -0,283%, menos 0,015 pontos do que na quarta-feira, contra o atual máximo desde pelo menos janeiro de 2015, de -0,114%, verificado pela primeira vez em 23 de abril, e o atual mínimo de sempre, de -0,448%, em 03 de setembro de 2019.

A Euribor a três meses recuou hoje, para -0,403%, menos 0,001 pontos, contra -0,161% em 23 de abril, um máximo desde pelo menos janeiro de 2015, e o atual mínimo de sempre, de -0,489%, registado em 12 de março.

No prazo de 12 meses, a taxa Euribor também desceu hoje ao ser fixada em -0,199%, menos 0,011 pontos, contra -0,053% em 22 de abril, um máximo desde pelo menos janeiro de 2015, e o atual mínimo, de -0,399%, em 21 de agosto de 2019.

A evolução das taxas de juro Euribor está intimamente ligada às subidas ou descidas das taxas de juro diretoras do Banco Central Europeu (BCE).

As taxas Euribor a três, a seis e a 12 meses entraram em terreno negativo em 2015, em 21 de abril, 06 de novembro e 05 de fevereiro, respetivamente.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

Ler mais

Recomendadas

Mar 2020 com 421,7 milhões de euros de despesa pública comprometidos até junho

O programa, que se insere no Portugal 2020, apresenta uma taxa de compromisso de 83,4% e 41% de execução, segundo o ministro Ricardo Serrão Santos.

Revisão do Orçamento dos Açores aprovada na Assembleia Regional

Na apresentação da revisão do orçamento, o vice-presidente do Governo Regional avançou que a proposta prevê um aumento de 210,4 milhões de euros da despesa orçamental e uma redução de 74,6 milhões da receita.

António Costa e Giuseppe Conte avisam que degradação das previsões económicas impõem acordo europeu já

Os primeiros-ministros de Portugal e de Itália alegaram esta terça-feira que o agravamento das previsões negativas da economia feitas pela Comissão Europeia impõe um acordo entre os 27 Estados-membros já na próxima reunião do Conselho Europeu.
Comentários