Temperaturas elevadas em todo o país continuam até ao final da próxima semana

Pelo menos até dia 17, as temperaturas vão continuar altas. Segundo o IPMA, vão-se registar 35ºC no litoral e 40ºC no interior.

As temperaturas elevadas no país deverão continuar até à próxima sexta-feira, com os termómetros a atingirem os 35ºC no litoral e 40ºC no interior, anunciou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com informação do IPMA, durante a próxima semana a temperatura máxima deverá “variar entre 30 e 35ºC no litoral, devendo atingir valores entre 35 e 40ºC nas regiões do interior”.

Está prevista uma descida temporária da temperatura no domingo, que será “menos significativa em Trás-os-Montes e Vale do Tejo.

A partir de segunda-feira, a temperatura vai subir gradualmente, prossegue o IPMA.

A temperatura mínima também deverá subir de forma gradual, “com valores que deverão ser superiores a 20ºC em grande parte do território continental”, em particular no interior e sota-vento algarvio.

“Os valores de temperatura estão acima do habitual para a época do ano e esta persistência poderá levar a uma situação de onda de calor em diversos locais do país, em especial no interior”, alerta o IPMA.

As temperaturas elevadas são consequência de um “anticiclone localizado a nordeste dos Açores, que se estende em crista até ao golfo da Biscaia, em conjunto com um vale depressionário desde o norte de África até à Península Ibérica” e que origina o “transporte de uma massa de ar quente do norte de África”.

Ler mais
Recomendadas

“48 horas para rescindirem funções e abandonar o país”. O que já sabe sabe sobre a ameaça da extrema-direita a deputadas e ativistas?

Depois da “parada Ku Klux Klan” à porta do SOS Racismo, as deputadas Beatriz Gomes Dias, Mariana Mortágua e Joacine Katar Moreira estavam entre as destinatárias da ameaça enviada esta terça-feira por um grupo de extrema-direita radical. PJ já está a investigar o caso.

Portugal regista mais 325 casos e seis mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

A região de Lisboa e Vale do Tejo regista o número mais elevado de infeções ao dia de hoje, tendo confirmado mais 204 casos em relação aos dados da véspera. O número de casos recuperados em Portugal aumentou para 39.177.

“Festa do Avante? Tem que haver cumprimento das regras vigentes”, garante Governo

“Decisão é da exclusiva responsabilidade da organização mas tem que haver cumprimento das regras vigentes sem qualquer exceção: por exemplo, espaços de alimentação e de atividades culturais têm que cumprir as mesmas regras dos outros espaços a nível nacional”, garantiu Mariana Vieira da Silva.
Comentários