Tools4Edu, a plataforma que apoia alunos e professores

Há tutoriais e boas práticas para alunos, pais e professores.

O projeto Tech4edu é uma das ferramentas que nasceu no âmbito do movimento “Tech4Covid19”, no qual um grupo de empreendedores se uniu para criar soluções tecnológicas para auxiliar a população a ultrapassar os desafios trazidos pela pandemia.

O projeto deu origem à plataforma gratuita Tools4Edu onde podem ser encontrados «tutoriais e boas práticas para toda a comunidade educativa». Aqui, os professores «encontram sugestões para gerir a nova “sala de aula” (agora com um conceito virtual). A ideia passa por usar a tecnologia para «recriar, até onde for possível, o ambiente humano da escola».

Já os alunos ficam a saber “como interagir digitalmente com professores e colegas, tanto durante a aula como nas indispensáveis pausas”, explicam os responsáveis pela Tools4Edu.

O site deste projeto educativo tem três áreas: para alunos, pais e professores, onde podem ser encontrados os respectivos recursos e ferramentas. Para colocar todos em contacto, o Tools4Edu recorre à aplicação de videoconferências Zoom. Em breve serão disponibilizadas outras ferramentas de comunicação.

PCGuia
Recomendadas

Mora em Lisboa? Pode fazer dois testes gratuitos à Covid-19 por mês

A Câmara Municipal de Lisboa alargou o plano de testagem massiva a todos os residentes na cidade. A partir de amanhã, os testes rápidos chegam a todos e não apenas a quem vive nas freguesias de maior risco. Há mais de 90 farmácias aderentes.

Sabe o que é um crime ciberdependente?

Fique a conhecer o é que considerado burla no comércio eletrónico. Os crimes ciberdependentes são qualquer crime que só pode ser cometido através de computadores, redes de computadores ou outras formas de tecnologia de comunicação da informação e são normalmente direcionados a computadores, redes ou outros recursos de TIC, pelo que, sem a Internet os […]

O que precisa saber sobre o livro de reclamações

A falta de cumprimento das normas em relação ao livro de reclamações eletrónico pode levar à aplicação de coimas cujo valor varia entre 150 euros e 15 mil euros.
Comentários