Tóquio2020 quer fixar novas datas “o mais rápido possível” para Jogos

“Há muitos aspetos que não podem avançar se as novas datas [dos Jogos] não forem decididas rápido”, afirmou Toshiro Muto, no final da primeira reunião de trabalho de um grupo especialmente criado pelos organizadores, após o adiamento do evento.

O diretor executivo da comissão organizadora de Tóquio2020, Toshiro Muto, pediu hoje que as novas datas para a realização dos Jogos Olímpicos na capital japonesa, adiados para 2021 devido à pandemia da Covid-19, sejam estabelecidas “o mais rápido possível”.

“Há muitos aspetos que não podem avançar se as novas datas [dos Jogos] não forem decididas rápido”, afirmou Toshiro Muto, no final da primeira reunião de trabalho de um grupo especialmente criado pelos organizadores, após o adiamento do evento.

A confirmação do adiamento dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 surgiu na terça-feira, após a pressão de vários organismos e instituições, através de um comunicado conjunto do Comité Olímpico Internacional (COI) e do Comité Organizador dos Jogos.

A decisão do adiamento de Tóquio2020, inicialmente previsto para decorrer entre 24 de julho e 09 de agosto, de acordo com o COI e o Comité Organizador foi tomada “para salvaguardar a saúde dos atletas, de toda a gente envolvida nos Jogos Olímpicos e de comunidade internacional.

O presidente da comissão organizadora, Yoshiro Mori, descreveu como “um desafio sem precedentes” a tarefa de reajustar os preparativos dos últimos seis anos.

O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), o alemão Thomas Bach, disse na quarta-feira que os jogos serão disputados “o mais breve possível”.

Ler mais
Relacionadas

Adiar os Jogos Olímpicos pode custar mais de 11,6 mil milhões de euros ao governo japonês

Até que se possa começar a pensar em perspetivas de rentabilidade, os nipónicos terão de esperar (no mínimo) um ano, até ao verão de 2021, para saber se o país e o mundo, estão preparados para se envolverem novamente num evento desportivo deste calibre.

Como duas grandes guerras e uma pandemia traíram a chama olímpica

Passados 74 anos, a elite desportiva terá de replanear mais uma edição dos Jogos Olímpicos, adiando a competição pela primeira vez.

World Athletics considera que adiamento dos Jogos deixa atletas “mais descansados”

A decisão do adiamento do Jogos Olímpicos foi tomada hoje pelo Governo japonês e pelo Comité Olímpico Internacional.
Recomendadas

Empresa portuguesa desenvolve equipamento para criar quartos de pressão negativa

Tecnologia permite transformar quartos convencionais em quartos de pressão negativa para tratar doentes infectocontagiosos, bem como fazer a purificação do ar eliminando assim os vírus e bactérias e prevenindo a contaminação.

Santander Totta vai passar a pagar aos fornecedores a pronto pagamento

“Esta medida reforça o conjunto de outras que o Santander tem vindo a implementar para apoiar a economia e minimizar os impactos negativos provocados pela Covid-19, com especial foco na tesouraria e liquidez dos seus clientes”, referiu o Santander Totta.

Itália regista 760 óbitos nas últimas 24 horas e um aumento ligeiro no número de casos confirmados

As autoridades de saúde italianas reportaram no relatório desta quinta-feira mais 760 mortes nas últimas 24 horas, mais 33 vítimas mortais do que ontem.
Comentários