Total vai investir 100 milhões de dólares por ano em projetos de reflorestação

O CEO da empresa de energia francesa, Patrick Pouyanne, anunciou que a Total vai criar um departamento para investir em reflorestação. Estudo publicado na revista “Science” concluiu que 900 milhões de hectares com árvores plantadas podem sequestrar 205 mil milhões de toneladas de CO2.

A energética francesa Total vai investir largas dezenas de milhões de euros em projetos ambientais. Segundo a AFP (Agence France Press), o CEO da empresa, Patrick Pouyanne anunciou um investimento de 100 milhões de euros (cerca de 89 milhões de euros à taxa de câmbio atual) por ano num projeto de preservação florestal e reflorestação.

Durante um conferência em Aix-en-Provence, no sul de França, o CEO da Total revelou que a empresa quer “criar um departamento para investir em projetos que preservem as florestas”.

Patrick Poyanne disse que “isto não é filantropia”. Corresponde antes a uma estratégia de “investimento no médio e longo prazos”. “É um projeto para as florestas e tem de ser temporalmente prolongado para ser positivo para o planeta”, reforçou.

Além disso, o CEO da energética francesa explicou que investir na reflorestação consiste na forma mais eficaz de descarbonizar a atmosfera.

“A forma mais eficaz atualmente para eliminar o carbono, por menos de dez dólares (cerca de nove euros) por tonelada, é a reflorestação”, disse.

Um estudo publicado esta quinta-feira na revista “Science” e realizado pela ETH Zurique, uma universidade suíça, revelou que uma campanha de reflorestação em larga escala poderia ajudar no combate às alterações climáticas, uma vez que poderia capturar dois-terços das emissões de dióxido de carbono e reduzir os níveis de CO2 na atmosfera para os valores mais baixos em cem anos.

O estudo concluiu que o planeta Terra consegue suportar 900 milhões de hectares com árvores que conseguiriam sequestrar 205 mil milhões de toneladas de carbono.

Ler mais
Relacionadas

Desflorestação na Amazónia dispara 60% em junho

Ao todo, foram extraídos 762,3 quilómetros quadrados de vegetação, segundo os dados oficiais do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

Florestas, fazendas ou ranchos. Investidores apostam em nova classe de ativos

O Bank of America criou uma unidade de ativos especiais para quem deseja obter retornos num prazo mínimo de 10 anos.
Recomendadas

Setor de comércio e serviços pede prolongamento do layoff e perdão de rendas

A CCP também aponta que a exigência de certidões de não dívida não faz sentido neste momento em que as empresas enfrentam dificuldades, defendendo que deixe de constituir condição para a “candidatura a qualquer concurso público”.

CFP alerta para impacto “desconhecido” no capital do Novo Banco da litigância com o Fundo de Resolução

No relatório “Perspetivas económicas e orçamentais 2020-2022”, o CFP diz que “existe um risco adicional para as finanças públicas caso o rácio de capital total do Novo Banco se situe abaixo do requisito estabelecido pelas autoridades de supervisão”. Nesta situação, o Estado Português poderá ter de disponibilizar fundos adicionais de forma a que o banco cumpra os requisitos regulatórios. É a chamada Capital Backstop que foi autorizada por Bruxelas para casos “extremos”. O CFP alerta para incógnita sobre o impacto no capital do banco do diferendo na contabilização das IFRS 9.

Extensão das moratórias até 31 de março de 2021 vai hoje a Conselho de Ministros

Proposta das Finanças prevê extensão das moratórias públicas até março de 2021 e o alargar os créditos que poderão beneficiar do regime, como créditos para segunda casa e crédito ao consumo para financiar educação.
Comentários