Total vai investir 100 milhões de dólares por ano em projetos de reflorestação

O CEO da empresa de energia francesa, Patrick Pouyanne, anunciou que a Total vai criar um departamento para investir em reflorestação. Estudo publicado na revista “Science” concluiu que 900 milhões de hectares com árvores plantadas podem sequestrar 205 mil milhões de toneladas de CO2.

A energética francesa Total vai investir largas dezenas de milhões de euros em projetos ambientais. Segundo a AFP (Agence France Press), o CEO da empresa, Patrick Pouyanne anunciou um investimento de 100 milhões de euros (cerca de 89 milhões de euros à taxa de câmbio atual) por ano num projeto de preservação florestal e reflorestação.

Durante um conferência em Aix-en-Provence, no sul de França, o CEO da Total revelou que a empresa quer “criar um departamento para investir em projetos que preservem as florestas”.

Patrick Poyanne disse que “isto não é filantropia”. Corresponde antes a uma estratégia de “investimento no médio e longo prazos”. “É um projeto para as florestas e tem de ser temporalmente prolongado para ser positivo para o planeta”, reforçou.

Além disso, o CEO da energética francesa explicou que investir na reflorestação consiste na forma mais eficaz de descarbonizar a atmosfera.

“A forma mais eficaz atualmente para eliminar o carbono, por menos de dez dólares (cerca de nove euros) por tonelada, é a reflorestação”, disse.

Um estudo publicado esta quinta-feira na revista “Science” e realizado pela ETH Zurique, uma universidade suíça, revelou que uma campanha de reflorestação em larga escala poderia ajudar no combate às alterações climáticas, uma vez que poderia capturar dois-terços das emissões de dióxido de carbono e reduzir os níveis de CO2 na atmosfera para os valores mais baixos em cem anos.

O estudo concluiu que o planeta Terra consegue suportar 900 milhões de hectares com árvores que conseguiriam sequestrar 205 mil milhões de toneladas de carbono.

Ler mais
Relacionadas

Desflorestação na Amazónia dispara 60% em junho

Ao todo, foram extraídos 762,3 quilómetros quadrados de vegetação, segundo os dados oficiais do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

Florestas, fazendas ou ranchos. Investidores apostam em nova classe de ativos

O Bank of America criou uma unidade de ativos especiais para quem deseja obter retornos num prazo mínimo de 10 anos.
Recomendadas

Diretor executivo de tecnologia da Microsoft escolhido por Siza Vieira para a Transição Digital

O gestor da Microsoft Portugal foi o nome escolhido pelo ministro Pedro Siza Vieira para ocupar a nova secretaria de Estado, que terá como função dar à tecnologia um papel ativo na simplificação de processos.

Cerca de 60 pessoas em protesto contra o fecho dos CTT no Monte de Caparica

Cerca de 60 pessoas protestaram hoje contra o fecho do único posto de correios no Monte de Caparica, em Almada, no distrito de Setúbal, afirmando que vão “lutar até ao fim” para que permaneça na freguesia.

A senhora que se segue no Turismo é Rita Marques, atual CEO da Portugal Ventures

Rita Marques lidera a Portugal Ventures, entidade que resultou da fusão de três Sociedades de Capital de Risco em Portugal – AICEP Capital, InovCapital e Turismo Capital.
Comentários