Trabalha a recibos verdes? Termina hoje o prazo para entregar declaração da Segurança Social

Após a entrega da terceira declaração, os trabalhadores independentes vão entregar a próxima em outubro, relativamente a julho, setembro e agosto. 

Termina esta quarta-feira mais um prazo para a entrega da declaração trimestral para os trabalhadores a recibos verdes. Esta é terceira declaração e corresponde aos rendimentos dos meses de abril, maio e junho, indica a Segurança Social.

A entrega desta declaração passou a ser obrigatória para os trabalhadores independentes devido ao novo regime contributivo. No entanto, apenas os trabalhadores que apresentem rendimentos médios mensais acima de quatro indexantes de apoios sociais, no valor de 1.743 euros, é que estão obrigados a apresentar a mesma declaração à Segurança Social.

Após a entrega da terceira declaração, os trabalhadores independentes vão entregar a próxima em outubro, relativamente a julho, setembro e agosto.

O pagamento destas prestações é mensal e tem de ser realizado, obrigatoriamente, entre os dias 10 e 20 do mês seguinte. Caso exista uma falha na entrega desta declaração no prazo estipulado, o contribuinte constitui uma contraordenação e está ainda sujeito a uma multa entre os 50 e 250 euros.

Recomendadas

“Basta de destruir” o Fisco. Trabalhadores dos impostos fazem greve de 1 a 5 de dezembro

Em causa está o descontentamento dos trabalhadores contra a demora na regulamentação na carreira ou a perda de autonomia da Autoridade Tributária e Aduaneira, revela esta quarta-feira o STI.

Rio tem “feeling” na vitória de Moedas e fala de “vigarice” nas sondagens

“Quem vai ganhar? Não sabemos, o meu feeling é que ganha o Carlos Moedas e é isso que temos de continuar a fazer até dia 26 de setembro”, disse Rui Rio.

Bruxelas “acompanha de perto” subida dos preços da energia

“Na situação atual, a Europa precisa de investir em energias renováveis, uma vez que estas oferecem uma alternativa real à nossa dependência de combustíveis fósseis importados”, disse o comissário Kadri Simson.
Comentários