PremiumTransição promete trazer ganhos de eficiência e para a saúde dos pacientes

Segunda conferência do ciclo “Step Into the Future”, promovido pelo Jornal Económico e pela Huawei, juntou responsáveis dos SPMS, Luz Saúde, Champalimaud Research e Instituto Gulbenkian para a Ciência.

A tecnologia desempenhará um papel fundamental nos cuidados de saúde do futuro e a pandemia poderá ter tido um papel chave na aceleração desta transição, defenderam os especialistas ouvidos na segunda conferência do ciclo “A Step Into The Future”, organizada conjuntamente pelo Jornal Económico e pela Huawei, na passada sexta-feira.

Com transmissão em direto na plataforma JE TV (através do site e redes sociais do Jornal Económico), este ciclo de conferências visa debater o potencial da tecnologia como elemento fundamental para a retoma da economia após a crise da Covid-19, o papel da infraestrutura tecnológica como autoestrada para o desenvolvimento económico, como as empresas se estão a ajustar e a digitalizar e o contributo do sistema científico.

Domingos Pereira, vogal do conselho de administração dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), começou por realçar as diferentes formas como o SNS recorreu a serviços de tele-saúde e como estes contribuíram para um mais eficiente acompanhamento dos doentes, elogiando o potencial destas tecnologias e sublinhando a necessidade de uma contínua aposta nas mesmas.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Conferência JE/BDC sobre futuro da aviação: “Sector terá sido o mais devastado por esta crise”

António Moura Portugal, advogado da DLA Piper e diretor executivo da Associação das Companhias Aéreas em Portugal (RENA), considerou, na conferência JE/BDC sobre o futuro da aviação, que este setor foi o mais afetado pela crise económica provocada pela pandemia.
Eugénio Fernandes Euroatlantic

Conferência JE/BDC sobre futuro da aviação. “Não podemos apenas apoiar as empresas de iniciativa pública”

O CEO da euroAtlantic, Eugénio Fernandes, marcou presença na conferência JE/BDC sobre o futuro da aviação e neste espaço de debate, aproveitou para incitar o Governo a não apoiar apenas a TAP num período em que a crise económica todas as companhias de aviação.

Conferência JE/BDC sobre futuro da aviação. “TAP não pode continuar sentada em cima dos slots que controla em Lisboa”

Michael O’Leary, CEO da Ryanair, marcou presença na conferência JE/BDC sobre o futuro da aviação. “Outra coisa que gostaríamos de ver é que a TAP não continuasse sentada em cima dos slots que controla no aeroporto de Lisboa”, realçou o responsável da companhia low-cost.
Comentários