Trump contra Draghi: Mais estímulos do BCE dariam “vantagem injusta” à Europa

O Presidente norte-americano, Donald Trump, considerou hoje que uma nova descida das taxas de juro do Banco Central Europeu (BCE), hipótese admitida pelo presidente da instituição, daria uma “vantagem injusta” à União Europeia face aos Estados Unidos.

Jonathan Ernst/REUTERS

“Mario Draghi acaba de anunciar que podem vir novas medidas para estimular a economia (europeia), o que fez imediatamente cair o euro face ao dólar, dando-lhes uma vantagem injusta na concorrência com os Estados Unidos”, disse Trump, na rede social Twitter.

Os europeus “fazem isso impunemente há anos, com a China e outros”, acrescentou.

“Os mercados europeus subiram após os comentários (injustos para os Estados Unidos) feitos hoje por Mario D!”, escreveu o Presidente norte-americano.

O presidente do BCE afirmou hoje que a instituição avançará com mais estímulos, que podem ser decididos nas próximas semanas, nomeadamente mais compras de ativos e cortes adicionais nos juros, se a inflação não recuperar na zona euro.

A taxa de inflação recuou em maio para 1,2% na zona euro, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat. O BCE tem como objetivo uma inflação próxima de 2%.

As bolsas europeias reagiram positivamente às declarações de Draghi, que discursava no Fórum do BCE, em Sintra.

Às 12:40 (hora de Lisboa), Milão ganhava 1,73% Paris subia 1,60%, Frankfurt 1,36% e Madrid 0,72%. A bolsa de Lisboa registava uma subida mais tímida, de 0,20%, no índice PSI20.

As afirmações de Trump ocorrem no dia em que a Reserva Federal, banco central norte-americano, inicia uma reunião de política monetária que termina na quarta-feira, esperando-se que possa dar sinais sobre o caminho que vai seguir, depois das pressões recentes para baixar as taxas de juro.

Ler mais

Recomendadas

Wall Street termina otimista apesar da apróximação do prazo das tarifas

A bolsa de Nova Iorque terminou a sessão desta terça-feira com otimismo, apesar de se aproximar a entrada em vigor das tarifas adicionais às importações chinesas (agendadas para o próximo domingo 15 de dezembro) incluindo telemóveis, notebooks e até peixe congelados. Nos principais índices, o industrial Dow Jones cresce 0,08% para os 27,923.0 pontos, o […]

PSI-20 fecha com perdas tímidas. Galp perde 2%

Segundo os analistas do CaixaBank/BPI Research, a petrolífera liderada por Carlos Gomes da Silva continuou a espelhar o recuo do setor, motivado pela notícia de que a britânica Tullum cortou a sua projeção para a produção e eliminou o dividendo.

Data da entrada em vigor das tarifas adicionais aproxima-se e Wall Street não perdoa

A retalhista AutoZone dispara 8,35 % para 1.268,23 pontos, após ter divulgado os últimos resultados trimestrais e superado as expectativas dos analistas.
Comentários