“Vemo-nos em Washington. Vai ser de loucos”. Apelo de Trump acabou num dos dias mais negros da democracia norte-americana

No dia 20 de dezembro, Donald Trump convocou os seus apoiantes a reunirem esforços para marcharem, num “grande protesto”, até ao Capitólio, em Washington DC, garantindo que seria “de loucos”. Protestos na capital resultaram em quatro mortos, várias detenções e um decreto de estado de emergência até depois da tomada de posse de Joe Biden, a 20 de janeiro.