Turquia poderá pedir resgate ao FMI para suster inflação e colapso da lira turca

Em 2018, a lira turca já caiu 28% em relação ao dólar americano. Inflação de cerca de 16% poderá levar a Turquia a pedir um resgate ao Fundo Monetário Internacional.

Com a inflação a cerca de 16% e a lira turca a bater em mínimos históricos, a Turquia estará a ponderar um pedido de resgate ao Fundo Monetário Internacional (FMI), de forma a deter uma queda que está a desestabilizar as finanças do país.

“Não há agosto tranquilo nos mercados. Se em outros anos a China e as desvalorizações do yuan foram protagonistas no Verão, este ano é a Turquia e a lira que estão a converter-se em fator a vigiar pelos investidores de meio mundo”, salienta o jornal “El Economista”.

Enquanto o dólar americano se fortalece, as moedas de países emergentes apresentam desequilíbrios, como se verificou na Argentina que pediu oficialmente a ajuda do FMI, em maio, para suster a desvalorização do peso e a fuga de capitais que assolava o país. Agora poderá ser a vez da Turquia seguir o mesmo caminho, segundo noticia a Bloomberg.

Recomendadas

Caso dos e-mails: Sporting estranha falta de esclarecimentos do Benfica

Segundo fonte oficial dos ‘leões’, as várias intervenções públicas dos ‘encarnados’ não serviram ainda para explicar “qualquer um dos inúmeros assuntos, muitos deles graves, expostos nos conhecidos e-mails”.

António Sá da Costa nega existência de “rendas excessivas na eletricidade renovável”

Em audição na Comissão Parlamentar de Inquérito ao Pagamento de Rendas Excessivas aos Produtores de Eletricidade, o presidente da APREN defendeu que “os investimentos na eletricidade renovável trouxeram grandes benefícios para a economia e para o cidadão”.

“É cedo” para avaliar o impacto económico do ‘shutdown’ e dos ‘coletes amarelos’, estima FMI

“Quanto mais durar, mais significativo será o efeito”, afirmou o porta-voz do FMI, Gerry Rice, sobre o encerramento parcial da administração federal norte-americana (“shutdown”), que dura há quase um mês e que já é o mais longo da história dos Estados Unidos.
Comentários