Última oportunidade para Trump? Como os conselheiros do presidente preparam os debates com Biden

“Joe Biden é, na verdade, muito bom nos debates. Não tem tantas gafes como nas suas entrevistas diárias”, apontou Jason Miller, um dos conselheiros da campanha de Donald Trump.

Donald Trump

Os conselheiros de Donald Trump têm pedido ao presidente americano que não tome como certa a vitória contra Joe Biden nos próximos debates presidenciais, avançou esta segunda-feira o site de notícias americano Axios, citado pela Business Insider.

De acordo com a Axios, a campanha de Trump vê cada vez mais os três debates presidenciais como uma das últimas hipóteses do atual presidente para reverter a sua popularidade face a Joe Biden. Sobre os conselheiros que advertiram Donald Trump, a Axios revelou que dois assessores envolvidos na preparação de Trump para as eleições presidenciais, o governador de Nova Jersey, Chris Christie, e o responsável pela estratégia da campanha, Jason Miller, estão a resistir a qualquer sinal de complacência.

A caracterização parece contradizer as afirmações frequentes de Trump de que as habilidades cognitivas de Biden estão a enfraquecer com avançar da idade. No entanto, Chris Christie e Jason Miller apontaram que Biden é um candidato cujo estilo de debate é “decente, experiente e relativamente disciplinado”.

Em entrevista ao Washington Post, Jason Miller comentou as expectativas em relação ao candidato democrata, classificando-o como o favorito para a vitória, ao mesmo tempo que afirmou que Biden tentaria evitar dois dos debates. “Joe Biden é, na verdade, muito bom nos debates. Não tem tantas gafes como nas suas entrevistas diárias”, apontou Jason Miller ao Washington Post.

O primeiro debate presidencial está agendado para 29 de setembro na Case Western Reserve University, no Ohio. O segundo será a 15 de outubro no Adrienne Arsht Center for Performing Arts, na Flórida, e o terceiro em 22 de outubro na Belmont University, em Tennessee.

A comissão, que rejeitou na semana passada o pedido de Trump para um debate em setembro, deve nomear os moderadores para o debate no início de setembro.

Ler mais
Relacionadas

Donald Trump diz que Joe Biden “é contra Deus e contra as armas”

Numa viagem ao estado do Ohio o presidente norte-americano voltou a prometer a recuperação económica do país após a pandemia, trazendo de volta “milhões” de empregos no setor industrial.

Eleições: Donald Trump deverá fazer discurso de aceitação a partir da Casa Branca

O Presidente dos EUA, Donald Trump, disse esta quarta-feira que está a ponderar fazer o seu discurso de aceitação de candidatura na convenção Partido Republicano a um segundo mandato a partir da Casa Branca.
Recomendadas
tik tok

Tik Tok lança guia para combater ‘fake news’ nas presidenciais norte-americanas

A empresa admite que “não é a aplicação ideal para notícias de última hora ou política” mas explica que sabe que “um lar onde os norte-americanos se expressam”. O objetivo é apoiar os utilizadores com informações credíveis sobre questões públicas dos Estados Unidos.

Biden e Trump defrontam-se pela primeira vez. Pandemia, tensão racial e impostos do presidente são os temas quentes

Com o aproximar das eleições presidenciais norte-americana, o primeiro debate realiza-se no meio de uma grande tensão política e social nos EUA, dada a pandemia e os protestos raciais que se seguiram à morte de George Floyd.

Bolsonaro diz que subsídios para os mais pobres na luta contra a pandemia não são eternos

De acordo com a imprensa brasileira, Bolsonaro justifica o aumento da despesa pública com a atribuição de subsídios aos mais carenciados, para mitigar efeitos da pandemia da Covid-19. Contudo, o presidente do Brasil diz que apoios não são para sempre.
Comentários