“Um dos mais ativos capitães de abril”. Presidente da República apresenta condolência a família de Otelo Saraiva de Carvalho

Para Marcelo é “inquestionável a importância capital que teve no 25 de abril, o símbolo que constituiu de uma linha político-militar durante a revolução, que fica na memória de muitos portugueses associado a lances controversos no início da nossa Democracia”.

Depois de ter sido noticiada a morte do capitão de Abril, Otelo Saraiva de Carvalho, o Presidente da República apresentou as condolências à família, em comunicado, onde considera o coronel “um dos mais ativos capitães de abril”.

“Um dos mais ativos capitães de abril, exerceu funções muito relevantes durante a revolução e candidatou-se à Presidência da República em 1976. Afastado do poder na sequência do 25 de novembro de 1975, viria a ser considerado, pela Justiça, envolvido nas FP25, condenado e amnistiado”, escreveu Marcelo Rebelo de Sousa.

Segundo a “TSF” o coronel, que criou o plano de operações militares do 25 de Abril de 1974, faleceu este domingo aos 84 anos no Hospital Militar.

Segundo o Chefe de Estado “é ainda cedo para a História o apreciar com a devida distância”. “No entanto, parece inquestionável a importância capital que teve no 25 de abril, o símbolo que constituiu de uma linha político-militar durante a revolução, que fica na memória de muitos portugueses associado a lances controversos no início da nossa Democracia, e que suscitou paixões, tal como rejeições”, completou.

O Presidente da República “consciente das profundas clivagens que a sua personalidade suscitou e suscita na sociedade portuguesa, evoca-o, neste momento como o Capitão que foi protagonista cimeiro num momento decisivo da História  contemporânea portuguesa”.

“E relembra o que disse no último 25 de abril acerca da aceitação que os Portugueses devem procurar construir, todos os dias, relativamente a sua História Pátria”, sublinhou Marcelo.

Relacionadas

Otelo merece “ser lembrado como um dos libertadores do nosso país”, diz BE

Catarina Martins considerou Otelo Saraiva de Carvalho “um dos obreiros do 25 de Abril, reconhecido estratega do golpe que nos devolveu a Liberdade”.

Morreu o capitão de Abril Otelo Saraiva de Carvalho

Segundo a “TSF” o coronel faleceu aos 84 anos no Hospital Militar.
Recomendadas

Autárquicas: Volt diz ser de “mau tom” que PRR seja utilizado para propaganda eleitoral

O líder do Volt Portugal, que participou numa arruada no Porto, considera que a ideia de que os candidatos socialistas possam ser beneficiados na utilização dos fundos do PRR “é inconcebível” e deve fazer Governo e candidatos refletir.

Autárquicas: Manuela Ferreira Leite afirma que PS com “esquerda radical” resulta na “ruína do país”

Questionada sobre as diferenças entre os dois principais candidatos à presidência da Câmara de Lisboa, o social-democrata Carlos Moedas e o socialista Fernando Medina, que é o atual presidente da Câmara de Lisboa, a antiga presidente do PSD disse que “são realmente duas pessoas que nada tem a ver uma com a outra no sentido do seu projeto e da sua forma de estar”.

Autárquicas: Moedas recebe apoio de Manuela Ferreira Leite e tenta convencer indecisos

Manuela Ferreira Leite entrou na conversa para defender o perfil de Carlos Moedas, dando como exemplo o socialista “Jorge Sampaio, que tinha, exatamente, um perfil discreto, não era combatido”.
Comentários