Uma guitarra, um contrato e um casaco ‘histórico’. Três objetos míticos de Kurt Cobain vão a leilão

Os 700 artigos que se encontram em leilão vão ser vendidos no próximo dia 25 de outubro, sendo que qualquer um pode licitar um artigo. Nomes como Michael Jackson, John Lennon, Queen, Eric Clapton, The Beatles e Janis Joplin também têm artigos à venda.

É um dos nomes mais sonantes do ‘Clube dos 27’ e tem agora objetos à venda na leiloeira Julien’s Auctions, 25 após a sua morte. Entre 700 objetos a leilão, o nome de Kurt Cobain surge em três itens, qual destes o mais emblemático.

Decorria o dia 18 de novembro de 1993 quando os Nirvana gravaram o mítico concerto MTV Unplugged em Nova Iorque, que no ano a seguir se veio a tornar um álbum de celebração da vida e obra de Cobain. Sentado num banco alto, numa posição superior à da banda e o primeiro à frente dos fãs e de guitarra nas mãos, Kurt Cobain era a imagem principal do espetáculo com o emblemático casaco de malha verde e cigarro entre os dedos.

Este casaco de malha, que ficou na história da música, é um dos três objetos no leilão que pertenceu ao vocalista e compositor dos Nirvana. “O casaco da marca Manhattan é uma mistura de acrílico, lã mohair e lycra  com fecho de cinco botões (um botão ausente) com dois bolsos externos, um buraco de queimadura e descoloração perto do bolso esquerdo e descoloração no bolso direito”, lê-se na descrição da leiloeira.

O casaco está no leilão graças a Jackie Farry, “a primeira ama de Frances Bean” e a “assistente pessoal de Kurt Cobain e Courtney Love”, e vem acompanhado por uma carta manuscrita e uma carta datilografada e assinada pela mesma.

A leiloeira espera arrecadar entre 200 mil e 300 mil dólares (180 e 269 mil euros) com o casaco em que Kurt gravou o concerto MTV Unplugged, sendo que a base de licitações está fixada em 50 mil dólares (45 mil euros). À data de hoje, existem cinco propostas de compra, sendo a mais recente de 160 mil dólares (144 mil euros), um valor abaixo do estimado.

Outro objeto de Cobain no leilão é uma guitarra “Fender Mustang em azul céu”, com estojo e uma carta assinada por Courtney Love num papel timbrado ‘Courtney Love Cobain’. “Esta era uma das suas guitarras favoritas”, lê-se na carta assinada pela antiga companheira do vocalista dos Nirvana, tendo sido utilizada durante a digressão do disco ‘In Utero’.

A guitarra azul “construída e personalizada para Kurt Cobain em 1993” tem um preço situado entre os 300 mil e os 500 mil dólares (269 e 449 mil euros), existindo já duas oferta, sendo que a última colocou a guitarra a 250 mil dólares (224 mil euros). Para este artigo, a base de licitação está fixada em 75 mil dólares (67 mil euros).

O último objeto à venda no leilão que pertenceu a Cobain é a “emenda do contrato de gravação com 12 páginas”, datado de 22 de dezembro de 1992, com a assinatura dos membros da banda, Kurt Cobain, Chris Novoselic e David Grohl.

Este contrato assinado com a ‘The Geffen Company’ refere-se ao álbum ‘Incesticide’ dos Nirvana, lançado no mês e ano da assinatura do mesmo. No contrato de 12 páginas está estipulado que a editora discográfica pagou um adiantamento de 5,5 milhões de dólares.

Este é o único artigo que ultrapassou o valor estimado pela leiloeira. Com o preço estipulado entre dois mil e três mil dólares (1.800 e 2.700 euros), as sete ofertas colocaram o valor deste contrato discográfico do ‘Incesticide’ em 4.500 dólares (quatro mil euros).

Os 700 artigos que se encontram em leilão vão ser vendidos no próximo dia 25 de outubro, sendo que qualquer um pode licitar um artigo. Além de Cobain, no leilão é possível observar nomes como Michael Jackson, John Lennon, Queen, Eric Clapton, The Beatles, Elvis Presley, Jimi Hendrix e Janis Joplin.

Ler mais
Recomendadas

‘Impeachment’. Trump promete divulgar transcrição de outra chamada com presidente ucraniano

Trump avançou que divulgaria a transcrição esta terça-feira, descrevendo-a para os repórteres como “muito importante”. Ao que tudo indica, esta segunda chamada terá ocorrido depois da primeira que desencadeou o processo de destituição contra o presidente norte-americano.

Pneumonia: Várias regiões portuguesas com as taxas mais elevadas de mortalidade na Europa

Portugal encontra-se em destaque no mapa elaborado pelo Eurostat, com várias regiões portuguesas a registarem as taxas mais elevadas de mortalidade associadas à pneumonia em 2016.

Estes são os 10 pontos do acordo entre PSOE e Podemos

O documento promete o apaziguamento da tensão na Catalunha, políticas feministas e o combate as alterações climáticas, mas também controlo da despesa pública e apoio às empresas espanholas.
Comentários