União Europeia e Turquia debatem relações a alto nível

O ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlut Çavuşoglu e o alto diplomata da União Josep Borrell, encontraram-se esta sexta-feira para debaterem o futuro das relações – que faz parte da agenda do Conselho Europeu de 24 e 25 de junho.

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Turquia, Mevlut Çavuşoglu, e o chefe de diplomacia externa da União Europeia, o espanhol Josep Borrell, discutiram esta sexta-feira as relações entre os dois blocos, incluindo a atualização do acordo da União Aduaneira, a questão da imigração e a liberalização dos vistos.

Çavuşoglu e Borrell encontraram-se na cidade costeira de Antalya, no sul da Turquia – no quadro da viagem de Borrell à Cimeira do Processo de Cooperação do Sudeste Europeu (SEECP), realizada na quinta-feira, e do Fórum de Diplomacia de Antalya, que acontecerá durante o fim-de-semana.

“Discutiu as relações Turquia-UE, especialmente a modernização da União Aduaneira, imigração e liberalização de vistos”, escreveu Çavuşoglu no Twitter, é o tema principal da agenda comum – com o debate a suceder um dia depois de, na cimeira do SEECP, o Presidente Erdigan ter dito que a União precisa impreterivelmente da Turquia no seu seio para atingir os objetivos geoestratégicos que se propõe.

Durante a reunião bilateral, os dois diplomatas revisitaram “todos os aspetos das relações” antes do Conselho Europeu de 24 e 25 de junho – que tem na sua agenda um debate sobre as relações entre a Turquia e a União.

“Passos que podem ser dados para melhorar a cooperação com a União com base na perspetiva de adesão da Turquia, bem como o desenvolvimentos globais e regionais também serão discutidos”, dizia uma nota oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros turco.

Além de Borrell, Çavuşoglu encontrou-se com vários diplomatas europeus, nomeadamente Bujar Osmani, da Macedônia do Norte – com quem terá debatido também a questão da entrada da União, uma vez que ambos os países a pretendem.

O Fórum de Diplomacia de Antalya é realizado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da Turquia sob o tema ‘Diplomacia inovadora: Nova Era, Novas Abordagens’ – e acolhe 12 chefes de Estado e governo, entre muitos outros responsáveis. O SEECP reúne Turquia, Albânia, Bósnia/Herzegovina, Bulgária, República da Macedónia, Roménia, Sérvia, Grécia, Croácia, Moldávia e Montenegro.

Relacionadas

Erdogan: “União Europeia não atingirá os seus fins sem a Turquia”

O presidente turco falava, no âmbito da reunião do grupo SEECP, volta a insistir que a entrada da Turquia na União é um imperativo. Depois de Portugal – que não quis ‘mexer’ no assunto – a Eslovénia pode fazer voltar o assunto à agenda comum.
Recomendadas

Pelosi escolhe críticos de Trump para investigar ataque ao Capitólio dos EUA

A líder democrata da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, anunciou hoje que vai nomear vários republicanos, incluindo críticos de Donald Trump, para a comissão encarregada de investigar o ataque ao Capitólio.

Macron pressiona Israel devido a inquérito ao Pegasus

Por sua vez, a NSO, empresa responsável do Pegasus, explicou que que o facto de um número constar da lista não indica de forma alguma que esse número tenha sido selecionado para ser espiado pelo software israelita.

PremiumChuvadas na Alemanha prestes a inundar eleições de setembro

Com a extrema-direita a insistir na visão populista da tragédia climática e os Verdes a evidenciarem estar do lado certo do problema, o sucessor de Merkel na CDU, Armin Laschet, dificilmente podia ter sido mais desastrado num encontro com familiares das vítimas.
Comentários