Vacina da tuberculose pode ajudar a combater o coronavírus

Cerca de 10 mil pessoas no Reino Unido serão recrutadas para investigar se a BCG pode ajudar a combater o coronavírus até que vacinas mais eficazes sejam encontradas.

Reuters

A vacina da tuberculose poderá ajudar a combater o coronavírus, dado que esta aumenta a imunidade de uma forma generalizada, o que poderá dar alguma proteção contra a pandemia, segundo indicam especialistas de saúde à “Sky News” este domingo, 11 de outubro.

A vacina contra a tuberculose dada a mais de 100 milhões de bebés todos os anos pode ajudar os adultos a combater o coronavírus, depois dos testes mostrarem que a mesma estimula o sistema imunológico. Cerca de 10 mil pessoas no Reino Unido serão recrutadas para investigar se a BCG pode ajudar a combater o coronavírus até que vacinas mais eficazes sejam encontradas.

O professor John Campbell, da faculdade de medicina da universidade de Exeter, refere que “foi demonstrado que a BCG aumenta a imunidade de uma forma generalizada, o que pode oferecer alguma proteção contra a Covid-19. Se isso acontecer, poderemos salvar vidas administrando ou completando esta vacinação económica e disponível”.

A vacina será testada naqueles que trabalham na “linha de frente da Covid-19, como trabalhadores de saúde e trabalhadores ao domicílio”, acrescentou o John Campbell. “Este ensaio oferece-nos uma grande oportunidade de oferecer ajuda potencial a este importante grupo de indivíduos que prestam cuidados de saúde a alguns dos nossos cidadãos mais vulneráveis ​​em importantes contextos comunitários.”

Cerca de 10 milhões de pessoas adoeceram com tuberculose em 2018 em todo o mundo e 1,5 milhões morreram, de acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde.

Recomendadas

INEM tem 18 profissionais infetados com Covid-19 e 39 de quarentena

Num boletim hoje divulgado, o Instituto Nacional de Emergência Médica avança que, a 22 de novembro, estavam 18 trabalhadores infetados, 38 em isolamento profilático e 16 profissionais estavam sob vigilância da Comissão de Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobianos (CCIRA) do INEM, sendo o registo mais elevado desde o início da pandemia.

CGTP reconhece avanços no OE mas acusa PS de “manter intocáveis interesses do grande capital”

Para a Intersindical, “a situação que atravessamos, resultado de décadas de política de direita agravadas pela Covid-19, carece de uma resposta articulada, abrangente e que rompa com as causas que estão na origem dos constrangimentos estruturais com que o país se debate”.

Brexit: Portugueses falharam quase oito mil candidaturas à residência no Reino Unido

Das 296.850 candidaturas de cidadãos portuguesas processadas até ao final de setembro, 7.780 foram consideradas inválidas (3.610 ), retiradas ou anuladas (3.370) ou recusadas (800), o que corresponde a 2,6%, acima da média geral.
Comentários