Vídeo sobre Bordallo Pinheiro ganha prémio em Bruxelas

A Fábrica fundada em 1884, prossegue hoje a recuperação do riquíssimo e vastíssimo legado bordalliano e, animada pelo mesmo espírito pioneiro que lhe deu origem, cria produtos contemporâneos, reforçando a sua ligação a artistas de renome da arte contemporânea.

O vídeo de divulgação da marca Bordallo Pinheiro, realizado por Miguel Sales Lopes para a Bang Bang Agency foi eleito o melhor Filme Publicitário do mês de junho pelo Brussel Capital Film Festival.

A Fábrica fundada em 1884, prossegue hoje a recuperação do riquíssimo e vastíssimo legado bordalliano e, animada pelo mesmo espírito pioneiro que lhe deu origem, cria produtos contemporâneos, reforçando a sua ligação a artistas de renome da arte contemporânea.

O vídeo premiado acrescenta paixão aos testemunhos que a obra de Bordallo Pinheiro suscita junto de artistas tão diversos como Joana Vasconcelos, António Antunes, VHILS e Humberto Campana dos Estúdios Campana.

Reconhecidas internacionalmente, as coleções da Bordallo Pinheiro têm sido galardoadas com diversos  prémios de design, como o German Design Awards, o Iconic Awards e o European Product Design Awards.

Veja o vídeo premiado aqui.

Recomendadas

Balsemão: “Este livro não é, nem pretende ser, um ajuste de contas”

A apresentação do livro de 962 páginas, onde o patrão do Expresso e da SIC, conhecido jornalista, empresário e político relata as suas Memórias, coube a Luís Marques Mendes e Clara Ferreira Alves. “Devemos agradecer às pessoas que nos fazem felizes”, disse Balsemão, citando Proust.

Instituto Camões e Universidade Sorbonne criam Cátedra Paul Teyssier

Entre as obras do linguista destacam-se “A Língua de Gil Vicente”, “História da Língua Portuguesa”, “Manual de Língua Portuguesa” e “Études de litterature et de linguistique”, entre outros títulos.

Ópera de Philip Glass e dança de Dimitris Papaioannou na nova temporada do CCB

No teatro, entram ainda “Ensaio de Orquestra”, de Tónan Quito, inspirado no filme homónimo de Federico Fellini, em março do próximo ano, Miguel Loureiro com “Boom!”, em abril, e o Teatro Praga com “A Sagração da Primavera”, em junho, com música de Igor Stravinsky.
Comentários