Vinte concelhos de seis distritos em risco máximo de incêndio

Vinte concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Santarém, Castelo Branco, Guarda e Bragança apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco máximo estão os concelhos de Aljustrel, Monchique, Silves, Loulé, S. Brás de Alportel, Tavira, Alcoutim, Castro Marim (Faro), Marvão e Nisa (Portalegre), Vila Velha de Ródão, Vila de Rei, Proença-a-Nova e Penamacor (Castelo Branco), Sardoal, Mação e Abrantes (Santarém), Sabugal e Figueira de Castelo Rodrigo (Guarda) e Vimioso (Bragança).

O IPMA colocou também vários concelhos de todos os distritos (18) de Portugal continental em risco muito elevado e elevado de incêndio, exceto Viana do Castelo, Braga, Aveiro e Porto.

O risco de incêndio no sábado vai ser mais reduzido devido à previsão de chuva em alguns distritos do continente.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, sendo o elevado o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade até ao final da manhã no litoral oeste, podendo essa nebulosidade persistir ao longo do dia em alguns locais da faixa costeira a norte do Cabo Raso.

Está também previsto vento fraco a moderado de oeste/noroeste, soprando moderado a forte de noroeste no litoral a sul do Cabo Carvoeiro, em especial durante a tarde e com rajadas até 60 quilómetros por hora (km/hora).

Nas terras altas das regiões Centro e Sul, o vento soprará moderado a forte de noroeste, com rajadas até 60 km/h, em especial a partir da tarde.

A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal no litoral Norte e Centro e pequena descida de temperatura, em especial da máxima.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 10 graus Celsius (na Guarda) e os 18 (em faro) e as máximas entre os 22 (na Guarda, em Viseu, no Porto e em Viana do Castelo) e os 31 (em Faro).

Ler mais
Recomendadas

Reutilização de recursos em queda. Economia mundial é apenas 8,6% circular

A quantidade total de recursos que entra na economia global aumentou 8,4% em apenas dois anos. De acordo com o novo relatório da organização Circle Economy, que será apresentado em Davos, o consumo mundial de novos recursos traduz-se em 100 mil milhões de toneladas, um novo máximo histórico.

Passe semanal, deixar Coimbra e a independência financeira. Como a Lime mudou em 12 meses

Apostar no cliente é um dos focos da empresa para 2020, sendo o LimePass o primeiro passo, uma vez que este método faz com que o utilizador poupe metade do que está a gastar atualmente, de acordo com a Lime.

Isabel dos Santos: “Em nenhuma parte destes documentos foi demonstrado qualquer comportamento ilegal da minha parte”

Isabel dos Santos enviou um comunicado às redações acusando o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ) de não ter provas contra ela e voltou a afirmar que esta campanha “é puramente política”.
Comentários