Wall Street abre mista com juros do Tesouro a 10 anos em máximos

O Dow Jones abriu a superar os 31.600 pontos. Os juros do Tesouro dos Estados Unidos a dez anos estão novamente em máximos de mais de um ano, depois dos membros do Senado norte-americano terem aprovado à justa (50-49) o pacote de estímulos da administração Biden.

Brendan McDermid/Reuters

Enquanto o Dow Jones abriu a bater 31.600 pontos e está nesta altura em 31.580,8 pontos a subir 0,27% face ao fecho de ontem. O S&P 500 avança 0,50% para 3.861,12 pontos, e o Nasdaq 100 abriu a cair 0,82% para 12.812,8 pontos. Mas 15 minutos depois já estava a subir 0,16% para 12.688,32 pontos.

As ações americanas não mostram firmeza diante da pressão incessante dos títulos de renda fixa, com o título americano de dez anos (ou T-Note) a subir para máximos desde fevereiro de 2020, já que sua rentabilidade no mercado secundário está em quase 1,6%, à custa da aprovação do pacote orçamental de 1,9 biliões de dólares desenhado pela administração de Joe Biden, líder da Casa Branca, no Senado.

O dólar valoriza, com o euro a desvalorizar 0,27% para 1,1883 dólares.

No dia em que se comemora o dia internacional da mulher, o Goldman Sachs publica uma série de perguntas e respostas sobre a evolução da participação das mulheres no mercado de trabalho. Entre os vários indicadores analisados, o Goldman Sachs concluiu, por exemplo, que a disparidade salarial permanece elevada nas empresas que atuam nos setores financeiro e tecnológico.

A marcar o dia está ainda a notícia do Financial Times, que revela que o grupo norte-americano Apollo Global Management, dono do Novo Banco, vai avançar com uma fusão com a Athene Holding – a seguradora criada durante a crise financeira – uma operação que irá transformar a gestora de investimentos num conglomerado financeiro com uma capitalização de mercado de cerca de 30 mil milhões de dólares (cerca de 25 mil milhões de euros).

O petróleo West Texas está a cair 0,67% para 65.,65 dólares.

Ler mais

Recomendadas

Bolsa de Lisboa perde terreno impulsionada por Galp e EDP Renováveis

O índice português PSI 20 encontra-se agora a desvalorizar 0,15% para 5.002,93 pontos, seguindo o ciclo de todas as suas congéneres europeias.

Criptomoedas perdem 260 mil milhões de dólares em 24 horas

O fecho da sessão bolsista de quinta-feira foi marcado por uma quebra dos índices, após várias notícias darem conta que o presidente Joe Biden está a considerar aumentar os impostos aos americanos que apresentem ganhos superiores a 400 mil dólares (331,7 mil euros) anuais.

PSI 20 em alta contraria Europa. Ganhos da EDP e EDP Renováveis puxam pela bolsa portuguesa

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX cai 0,23%, o britânico FTSE 100 recua 0,32%, o francês CAC 40 cede 0,20% e o espanhol IBEX 35 desce 0,36%.
Comentários