Wall Street fecha semana no ‘verde’ com recorde do S&P 500

As tecnológicas destacaram-se nesta sessão. Já a Tesla deslizou 0,07% para 609,71 dólares pouco depois de ter revelado o seu novo modelo S Plaid, uma versão de ponta do sedan desportivo.

A bolsa de Nova Iorque encerrou a sessão desta sexta-feira, a última da semana, em terreno positivo e com novos recordes. O índice financeiro S&P 500 cifrou mais um recorde, o segundo consecutivo, tendo fechado nos 4.246,90, com uma subida ligeira de 0,18%.

No término das negociações em Wall Street, o índice industrial Dow Jones somou 0,04% para 34.479,60 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq subiu 0,35% para 14.069,42 pontos, impulsionado pelos ganhos de empresas como a Apple (+0,99% para 127,36 dólares), a Microsoft (+0,25% para 257,88 dólares) ou a Netflix (+0,31% para 488,79 dólares). O Russel 2000 valorizou 0,96% para 2.334,15 pontos.

A Snowflake, de armazenamento de dados na cloud, foi uma das cotadas em destaque por ter apresentado as contas do primeiro trimestre e novas metas estratégicas. A empresa, cujos títulos caíram 3,34% para 240,49 dólares, teve receitas de 554 milhões de dólares (cerca de 457 milhões de euros) nos primeiros meses do ano e pretende atingir cerca de 10 mil milhões de dólares (na ordem dos 8,3 mil milhões de euros) em receita anual de produtos até ao fim do ano fiscal de 2029.

A Tesla deslizou 0,07% para 609,71 dólares pouco depois de ter revelado o seu novo modelo S Plaid, uma versão de ponta do sedan desportivo. “De acordo com as informações avançadas pela Tesla, o modelo irá custar cerca de 123 mil dólares, faz de zero a 60 mph em menos de dois segundos. O novo modelo ainda terá um alcance de 390 milhas, e uma velocidade máxima de 320 km/h e poderá chegar aos 1.020 cavalos de potência”, detalha Henrique Tomé, analista da XTB.

Nas matérias-primas, o ‘ouro’ negro sobe menos de 1%. O preço do WTI, produzido no Texas, sobe 0,81% para os 70,86 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a valorizar 0,18% para os 72,65 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro está a descer 0,51% face ao dólar, para os 1,2107 dólares, enquanto a libra esterlina cai 0,42% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,4114 dólares.

Recomendadas

Dow Jones rompe barreira dos 35 mil pontos em dia de ganhos em Wall Street

Depois das quedas de segunda-feira, os mercados norte-americanos fecharam mais uma semana no verde, conseguindo o quarto dia seguido de ganhos e alcançando novos máximos históricos.

Carregosa defende que atual fase do ciclo económico “deverá continuar a suportar o mercado de dívida”

“Relativamente ao nosso posicionamento, e uma vez que deveremos continuar a ter estabilidade nos spreads de crédito, vemos boas oportunidades em obrigações de High Yield, convertíveis, híbridas, verdes e fallen angles. Contudo, preferimos maturidades até aos 5 anos”, diz a análise do Banco Carregosa.

Terceiro trimestre pode ver “correção de mercado entre 5% a 10%”, aponta Banco Carregosa

A análise trimestral do Banco Carregosa coloca os mercados em linha para um correção que é vista com “bons olhos”, dado o baixo impacto dos “excelentes” resultados recentes na performance dos ativos.
Comentários