Wall Street fecha semana no vermelho empurrada por quedas na banca

Os principais índices norte-americanos caíram na última sessão da semana, apesar do anúncio de Joe Biden do pacote de estímulos que quer ver aprovado. Os resultados da banca, que, apesar de longe de ideais, até foram melhores do que esperado, puxaram para baixo Wall Street.

Wall Street fechou a semana no vermelho, com os três índices principais a acusarem os maus resultados reportados pela banca, que até ficaram ligeiramente acima do esperado. Os planos do próximo presidente dos EUA para um pacote de estímulo não foram suficientes para afastar as preocupações dos investidores com alguns sinais da economia norte-americana.

O Dow Jones encerrou a sessão a perder o,57% para os 30.814,26 pontos, enquanto o Nasdaq liderou as perdas, ao recuar 0,87% até aos 12.998,50 pontos. O S&P 500 fechou a cair 0,71% para os 3.768,45 pontos. Ainda assim, as quedas poderiam ter sido maiores, visto que o Dow chegou a cair 300 pontos durante a tarde.

Os resultados coincidem com o dia de reporte dos resultados trimestrais da banca americana, que apresentaram resultados mistos, mas caíram entre 2%, no caso da JPMorganChase, e 7,80% no caso da Wells Fargo. Curiosamente, ambos os bancos até reportaram resultados melhores do que o esperado.

O anúncio do plano de apoio à economia também parece já não ter o efeito que conseguiu em sessões passadas. O próximo presidente dos EUA anunciou esta terça-feira que pretende ver aprovado um terceiro pacote de estímulos que inclua um subsídio federal de desemprego de 400 dólares (331,19 euros) semanais e pagamentos diretos de 1.400 dólares (1.159,17 euros).

O petróleo também vai perdendo terreno, vendo a sua cotação baixar 2,63% no caso do Crude WTI, em parte devido a novos surtos de Covid-19 nos EUA, mas também na China.

Recomendadas

Nasdaq foi o único a ‘verde’ no fecho da sessão em Wall Street

Amazon, Apple, Microsoft e Alphabet fecharam com ganhos. Já as ações da Beyond Meat – a marca que revolucionou a indústria ao criar alimentos vegan com sabor a carne – subiram 1,30% para 145,62 dólares, depois de ter anunciado um acordo com a McDonald’s e a Yum!Brands.

DBRS mantém rating de Portugal em nível ‘BBB’

“O impacto no perfil de crédito de Portugal dependerá da duração do choque [da Covid-19 na economia] e em se altera estruturalmente as perspetivas de crescimento a médio prazo e enfraquece as finanças públicas”, refere a agência de notação financeira.

CMVM proferiu decisões em 11 processos de contraordenação no quarto trimestre de 2020

A entidade presidida por Gabriela Figueiredo Dias revelou também que, no quarto trimestre de 2020, “foi decidido um processo em tribunal relativo à violação de deveres relativos à atividade dos organismos de investimento coletivo”, sendo que no final do ano passado “encontravam-se dois processos pendentes de decisão nos tribunais”.
Comentários