Energia & Ambiente Actualidade

Chevron valoriza mais de 10% na Bolsa de Nova Iorque depois de ter suspendido produção de petróleo em Cabinda

A estratégia seguida pelo presidente e CEO da petrolífera Chevron, Michael Wirth, para enfrentar a crise gémea da Covid-19 e da guerra de cotações no petróleo vai além da suspensão da produção em blocos offshore, como aconteceu em Cabinda, Angola. Passa pela forte redução dos investimentos e pela venda de ativos, como é o caso das participações no Azerbaijão, que devem ser vendidas em abril.

Petróleo em mínimos de 18 anos leva o Kremlin a declarar que “está muito barato”

Com os futuros do Brent e do WTI a serem negociados, respectivamente, a 26,24 e 23,08 dólares por barril, a Rússia dá indicações – pela primeira vez na crise do Covid-19 – de que chegou ao limite da sua tolerância à descida dos preços do ouro negro.

Trump decide “atestar” reserva estratégica petrolífera dos EUA para travar queda da cotação do petróleo

Atestar os tanques da reserva estratégica de petróleo dos EUA implica comprar 77 milhões de barris de petróleo, o que custará cerca de 2,6 mil milhões de dólares (cerca de 2,33 mil milhões de euros). Eis a fatura que Trump quer pagar para travar a queda das cotações do petróleo que afetam a viabilidade das unidades de shale oil nos EUA.

Economia mundial será afetada em 436 mil milhões de euros pelas alterações climáticas

Segundo um estudo do World Wildlife Fund, as alterações climáticas vão penalizar em 436 mil milhões de euros a economia mundial até 2050. As economias dos Estados Unidos, do Reino Unido e do Japão serão as mais afetadas.

EDP Renováveis vende projeto eólico no Brasil por 127,3 milhões de euros

Este parque eólico, que agora será da Actis, denominado de Babilónia, localiza-se no estado brasileiro de Bahia e encontra-se em operação desde o quatro trimestre de 2018. Este mesmo projeto era detido a 100% pela EDP que, em 2015, assegurou em leilão um contrato de aquisição de energia, cuja duração era de 20 anos.

Lisboa arranca ano como Capital Verde da Europa com exposição no Oceanário

A capital portuguesa passou hoje a ser também a Capital Verde da Europa para 2020. Fernando Medina prometeu “centenas, milhares” de ações de combate às alterações climáticas. A primeira foi a inauguração de uma exposição sobre o mar, no Oceanário, e que contou ainda com a presença de António Costa e de António Guterres.
Ver mais artigos