Madeira Opinião

Entre a cegueira e o lunatismo, a generosidade do futuro existe!

Um pouco por toda a Europa, a fragmentação partidária e a falta de compromisso político entre os principais partidos democráticos do sistema (do centro, progressistas e liberais) têm vindo a tornar quase inevitável a ascensão da extrema direita – na Itália, em Espanha e Portugal, berços dos fascismos –  ameaçando a formação de novos governos com forças extremistas e radicais.

Os Direitos Humanos e os perigos da banalização do mal

Atualmente, a vivermos tempos sem precedentes provocados pela pandemia de covid-19, e face ao recrudescimento do populismo e das posições extremadas, a UNESCO solicitou aos governos do mundo que, particularmente este ano, se mobilizassem em iniciativas de reforço da memória, no combate ao esquecimento, negacionismo e antissemitismo, entre outras formas de segregação e violação dos Direitos Humanos.

Fim das moratórias vs novos apoios – A preparação para uma “aterragem suave”

Muito embora a tendência em Portugal seja neste momento de estabilização do número de casos e de um progressivo aproximar ao normal, a verdade é que não podemos, de facto, ignorar o espectro de que o número crescente de casos em países europeus possa ainda, e outra vez, afetar Portugal. Ou seja, utilizando a gíria da aviação, podemos ter chegado à nossa “altitude de cruzeiro”, mas podemos ainda encontrar alguma “turbulência” durante este “voo”.

O tamanho do bolo

É urgente comparar as vantagens das restrições nas atividades económicas na luta contra a Covid-19 com as desvantagens dessas mesmas restrições que decorrem do aumento da pobreza e diminuição do consumo.

Mulheres, desemprego, discriminação no século XXI

O emprego feminino continua a ser desvalorizado. É mais precário, e tantas vezes com contratos não permanentes. E é mal pago. 
Ver mais artigos