14 Startups da Região Centro vão representar Portugal no Web Summit

O maior evento de tecnologia, empreendedorismo e inovação da Europa, conta com a participação de 14 startups portuguesas da região centro.

Jose Manuel Ribeiro/Reuters

No âmbito do concurso Road 2 Web Summit, que decorreu no Hub Criativo do Beato, 14 startups, das 66 selecionadas, pertencem à região centro do país. Estas 14 startups irão representar Portugal naquele que é considerado o maior evento de tecnologia, empreendedorismo e inovação: a Web Summit.

De acordo com Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), “20% das empresas portuguesas consideradas mais inovadoras são da região centro, número que destaca a importância de uma boa envolvente científica e tecnológica nas empresas”.

Abrunhosa refere que “estas startups estão, em geral, fortemente ligadas aos centros de conhecimento locais e, em muitos casos, localizam-se em infraestruturas tecnológicas que têm por missão apoiar as startups nas mais diversas vertentes, além do apoio logístico”.

Segundo a dirigente, “o mercado destas empresas é o mercado global, e este reconhecimento, bem como a exposição que a Web Summit lhes vai proporcionar, constitui mais um fator importante de credibilidade para a entrada/expansão nos mercados internacionais onde, aliás, algumas já trabalham”.

E não é apenas a região centro que se destaca – a P55, uma plataforma portuense de bens de luxo, mais especificamente de arte e decoração mundial, em segunda mão, também foi convidada a integrar esta iniciativa. Nascida em 2013, a empresa, com presença física e online, terá a oportunidade de expor a marca e o conceito no evento, que se realiza em Lisboa, de 8 a 10 de novembro.

“É muito positivo ter um convite da organização para integrar um evento desta dimensão. Deixa-nos, sobretudo, orgulhosos e permite-nos perceber que estamos no bom caminho. A nossa ideia é revolucionar o mercado dos bens de luxo em segunda mão globalmente”, afirma Aníbal Pinto Faria, CEO da P55.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Prazo para subscrever às “Obrigações TAP 2019-2023” termina esta terça-feira

Com este empréstimo obrigacionista lançado no dia 3 de junho, a TAP pretende levantar 200 milhões de euros. As obrigações têm uma maturidade de quatros anos e oferecem uma rentabilidade de 4,375% por ano. Os resultados da operação serão conhecidos esta quarta-feira, dia 19.

Greve na Transtejo/Soflusa desconvocada

A paralisação, agendada para a partir de terça-feira, foi hoje suspensa, na sequência da subscrição de um protocolo negocial entre a administração da empresa e os sindicatos.

Joe Berardo pondera chamar Vítor Constâncio como testemunha contra banca

O empresário e coleccionador de arte português José Berardo está a estudar a hipótese de chamar o antigo governador do Banco de Portugal (BdP) Vítor Constâncio como testemunha num processo movido pelos bancos, revela o “Público” esta segunda-feira. Em causa está o processo judicial para recuperar 962 milhões de euros. A informação foi transmitida ao […]
Comentários