3.800 euros: Genebra vai pagar o salário mínimo mais elevado do mundo

Os 500 mil eleitores da cidade suíça aprovaram o salário mínimo proposto pelos sindicatos locais e partidos de esquerda, depois de já terem sido rejeitados duas vezes em 2011 e 2014. Medida entra em vigor a partir de 17 de outubro.

Genebra, Suíca

Os trabalhadores de Genebra, na Suíça, vão passar a receber um salário mínimo de 3.800 euros por mês, sendo este o mais alto do mundo, depois dos residentes locais terem aprovado a medida numa votação surpresa motivada pelos relatórios de aumento da pobreza na cidade devido ao coronavírus, conta o jornal “The Guardian” esta quinta-feira, 1 de outubro.

Por hora, os trabalhadores da cidade de Genebra, a terceira cidade mais cara do mundo, só superada pela também suíça Zurique e Ashgabat, capital do Turcomenistão, vão passar a ganhar 21 euros, mais do dobro da vizinha França.

Os 500 mil eleitores da cidade suíça aprovaram o salário mínimo proposto pelos sindicatos locais e partidos de esquerda, depois de terem sido rejeitados duas vezes em 2011 e 2014. O aumento do salário mínimo foi aprovado por pouco mais de 58% dos eleitores de Genebra e a medida entra em vigor a partir de 17 de outubro.

Michel Charrat, presidente de uma organização independente que apoia os cidadãos que vivem e trabalham na fronteira franco-suíça, descreveu o resultado da votação como uma “marca de solidariedade” para com os pobres da cidade.

Antes da votação de domingo, Alexander Eniline do Partido Trabalhista Suíço (PST-POP) afirmou que “a introdução de um salário mínimo é um requisito fundamental de justiça e uma medida essencial contra a precariedade”.

Recomendadas

Mar 2020 com 52% de execução até abril e 5.591 projetos aprovados

Este programa tem uma dotação global de 508 milhões de euros, dos quais 116 milhões de euros correspondem à contrapartida pública nacional, que tem origem no Orçamento do Estado.

Movimento acusa ministro “de pagar favor” à EDP com grupo de trabalho para avaliar impacto da venda de barragens

“Uma mão cheia de nada”, responde o Movimento Cultural da Terra de Miranda ao relatório final do grupo de trabalho teve como principal como função analisar e aprofundar os impactos da venda das seis barragens situadas no Douro. Alerta que dos investimentos anunciados de 91 milhões de euros para 10 municípios, só 55 milhões se referem a projetos novos.

Ciberataque ao maior oleoduto dos EUA poderá provocar subida nos preços do petróleo

A paralisação já está a gerar preocupações sobre um aumento nos preços da gasolina e do gasóleo antes do pico da temporada de viagens de verão, se a paralisação não terminar a curto prazo.
Comentários