“A Arte da Guerra”. “Tensão na Ucrânia? Nada de bom pode vir dali”

“Os democratas norte-americanos, já no tempo de Hillary Clinton como secretária de Estado, estavam na primeira linha de uma atitude muito firme face a Moscovo nesta matéria. Os russos percebem isso e enviaram tropas para as fronteiras. Nada de bom pode vir dali”, destacou o embaixador Francisco Seixas da Costa.

Na última edição do programa “A Arte da Guerra”, da plataforma multimédia JE TV, o embaixador Francisco Seixas da Costa comentou o cenário de instabilidade na Ucrânia com a partida de vasos de guerra norte-americanos para o Mar Negro a fazer aumentar tensão entre o Ocidente e Moscovo.

“Os democratas norte-americanos, já no tempo de Hillary Clinton como secretária de Estado, estavam na primeira linha de uma atitude muito firme face a Moscovo nesta matéria. Os russos percebem isso e enviaram tropas para as fronteiras. Nada de bom pode vir dali”, destacou o embaixador Francisco Seixas da Costa.

A atualidade internacional vai estar em debate neste novo programa da plataforma multimédia JE TV, “A Arte da Guerra”, um espaço da autoria do jornalista do Jornal Económico, António Freitas de Sousa que conta com os comentários do embaixador Francisco Seixas da Costa.

Relacionadas

Da violência entre Irlandas à tensão entre Ocidente e Moscovo. Veja “A Arte da Guerra”

Acompanhe o programa “A Arte da Guerra” na plataforma multimédia JE TV, através do site e das redes sociais do Jornal Económico.
Recomendadas

Líderes europeus assinaram compromisso no Porto. Assista em direto

“O Eurobarómetro não deixa dúvidas sobre o que os europeus querem: nove em cada dez disseram que desejam uma Europa social. A preocupação dos cidadãos europeus não é os debates institucionais”, garante o primeiro-ministro, na cimeira da União Europeia que decorre em Portugal.

Quanto valeria o regresso de Cristiano Ronaldo à Liga portuguesa? Veja o “Jogo Económico”

Acompanhe o “Primeira Pessoa” na plataforma multimédia JE TV, através do site e das redes sociais do Jornal Económico.

Miguel Farinha: “Pandemia? É preciso destacar a capacidade de resiliência dos clubes”

Em entrevista ao programa “Jogo Económico”, da plataforma multimédia JE TV, Miguel Farinha, partner e líder de Strategy and Transactions da EY, destacou a capacidade de resiliência dos clubes apesar de um terço da época ter sido afetada pela crise pandémica.
Comentários