Alemanha: Líder do SPD apresenta demissão

O motivo da demissão prende-se com o facto da líder do SPD sentir que “não tem o devido suporte para cumprir com as suas obrigações”.

A líder do SPD, Andrea Nahles, vai apresentar a sua demissão e abdicar ainda da liderança do seu grupo parlamentar, referindo que “não possui o apoio que precisa” para o liderar, avança a Reuters.

“As discussões com a facção parlamentar e o feedback dentro do partido mostraram-me que eu não tenho o devido suporte para cumprir com as minhas obrigações”, disse Andrea Nahles, em comunicado, citada pela agência noticiosa.

A oficialização, diz a agência noticiosa, da demissão da liderança do partido deve ocorrer na segunda, e a de líder do gripo parlamentar deve acontecer na terça-feira.

De referir que o SPD teve 15% dos votos nas eleições europeias, atrás da CDU/CSU com 28% e dos Verdes com 20%.

Recomendadas

PSD quer audição urgente de Mário Centeno no Parlamento devido a alteração nas PPP

Deputados sociais-democratas da Comissão de Orçamento e Finanças querem ouvir ministro das Finanças por estarem preocupados com “diminuição da transparência” na constituição de parcerias público-privadas.

Passes, energia renovável e eficiência. Os truques de Medina para combater as alterações climáticas

“Olhando para os dados, os últimos anos foram os mais quentes de que há registo”, afirmando que esta é uma das realidades mais visíveis no nosso país, que tem enfrentado secas extremas, incêndios e cheias.

Alterações climáticas: Lisboa ameaçada por cheias, seca, subida do nível do mar e calor excessivo

“A erosão continua, o calor excessivo aumenta, a seca meteorológica vai aumentar na zona de Setúbal e as cheias vão atacar o Tejo”, especialmente na região em que o Governo está a planear construir o aeroporto do Montijo, alerta especialista.
Comentários