“Lá dentro cultura, cá fora artistas tauromáquicos algemados. Que maravilha”. Campo Pequeno chega ao Parlamento

O CDS estranhou a realização de um espetáculo num espaço habitualmente destinado a touradas e o líder do PAN partilhou com António Costa aquilo que apelidou como uma visão do futuro. O Campo Pequeno, em Lisboa, foi tema em debate entre CDS e PAN.

A organização e realização de espetáculos não taurinos em praças de touros, nomeadamente no Campo Pequeno, em Lisboa, associada à manifestação de cavaleiros tauromáquicos no mesmo espaço, foi motivo para uma troca de palavras entre os deputados do CDS-PP e PAN, que decorreu esta tarde durante o debate quinzenal com o primeiro-ministro

“Os espetáculos começaram e ainda bem, mas pareceu-me estranho que haja um espetáculo que não pode acontecer no local destinado a esses espetáculos e que outros possam estar lá a acontecer”, referiu Telmo Correia deputado do CDS-PP. “Faz algum sentido que as praças de touros tenham espetáculos, mas que não hajam espetáculos tauromáquicos nos mesmos espaços?”, questionou Telmo Correia.

Também o líder do PAN André Silva destacou os protestos que decorreram na segunda feira, dia 1 de junho mas também se dirigiu a António Costa para o congratular pela escolha cultural: “Gostaria de assinalar a sua ida ao Campo Pequeno ver o espetáculo “Deixem o Pimba em Paz” para inauguração dos espaços culturais e queria partilhar consigo que na segunda-feira tive uma visão do futuro no Campo Pequeno: lá dentro cultura, cá fora artistas tauromáquicos algemados. Que maravilha”, disse André Silva a António Costa.

De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis), cerca de cem manifestantes juntaram-se pela na passada segunda-feira no Campo Pequeno, num protesto “pacífico”, e ali permaneceram durante três horas. No local, estiveram vários meios policiais que separaram os manifestantes em grupos de dez pessoas, para que se mantivessem a distância de segurança entre os artistas tauromáquicos.

 

Relacionadas

Bloco de Esquerda pede layoff a 100% para quem ganha até 952 euros

“Os apoios para ajudar a manter as empresas, seja lay-off ou outra medida devem ter dois critérios, pagar os salários a 100% e salvaguardar a segurança social”, disse Catarina Martins

Primeiro-ministro demarca-se do presidente socialista da Câmara da Azambuja devido a menção a famílias ciganas

“Não passo a concordar consigo quando passo a discordar dos meus autarcas”, disse o primeiro-ministro ao responder a uma pergunta de André Ventura durante o debate quinzenal. Luís de Sousa admitiu cordão sanitário em torno de bairro social, identificando a etnia dos infetados com Covid-19.

António Costa ainda não leu propostas do PSD para retomar economia mas acredita que vai aproveitar ideias

O líder do Executivo socialista, António Costa, considera que todos os partidos devem contribuir para a recuperação económica e social do país e serem capazes de se “mobilizar coletivamente para enfrentar os tempos que aí vêm”.
Recomendadas

Portugal quer “reforçar cooperação” com Guiné-Bissau na saúde, educação e justiça

António Costa afirma ter sublinhado o seu “empenho pessoal no relacionamento fraterno entre Portugal e a Guiné-Bissau”, que “deve estar à altura dos laços históricos” que unem os dois povos.

Governo revela plano de contingência para evitar colapso do SNS no outono

O gabinete de Marta Temido anunciou algumas medidas que deverão evitar o colapso do SNS numa altura em que a gripe sazonal marca o regresso. O Ministério da Saúde vai antecipar já para o início de outubro a vacinação contra a gripe sazonal e reforçar cuidados intensivos e laboratórios.

PremiumNovo Banco: Bloco de Esquerda considera “opaco” acordo com Bruxelas

BE já pediu documentos sobre cláusula em que Estado aceitou ser responsável por tudo aquilo que correr mal associado ao Novo Banco.
Comentários