Ken State University: Aprender comunicação onde tudo começou

Curso de Comunicação Social da FCH-Católica permite estudar um semestre na centenária Kent de Ohio, pioneira na área das Ciências da Comunicação.

Todos os anos é uma das licenciaturas mais procuradas pelos jovens candidatos e quiçá este passará a ser ainda mais cobiçada. Os alunos de Comunicação Social e Cultural têm agora a possibilidade de estudar durante um semestre na Kent State University, Estados Unidos, sem pagarem propina na instituição americana.

Esta experiência académica nasceu com a assinatura de um protocolo de intercâmbio entre a School of Communication Studies daquela universidade do estado do Ohio e a Faculdade de Ciências Humanas (FCH) da Universidade Católica Portuguesa.

“Os alunos de licenciatura poderão estudar comunicação e sistemas mediáticos no contexto americano, uma possibilidade que estava já disponível para os alunos do mestrado em Ciências da Comunicação e que agora é alargada ao programa de licenciatura com efeito já este ano letivo”, explica Nelson Ribeiro, Diretor da Faculdade de Ciências Humanas.

Em paralelo, os estudantes da Kent State University poderão estudar um semestre na FCH-Católica frequentando a licenciatura em Comunicação Social e Cultural ou o mestrado em Ciências da Comunicação. Ficou ainda acordado que os alunos da Kent State podem colaborar em projetos de investigação no âmbito do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura, recentemente classificado como um centro de excelência pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Fundada em 1910 na cidade de Ohio, no estado homónimo, a Kent State University conta com vários centros e institutos de investigação e recebe cerca de 34 mil estudantes. Tem pergaminhos no ensino das Ciências da Comunicação e foi pioneira na oferta de cursos nesta área.

Esta parceria surge na sequência do alargamento estratégico da rede de parcerias da FCH. A mais recente, também no campo da mobilidade e intercâmbio, foi assinada com a Denver University, no estado do Colorado, Estados Unidos.

A Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica, pólo de Lisboa, é uma das mais reputadas escolas do país. A taxa de empregabilidade dos cursos da faculdade é particularmente elevada e, no caso do curso de Comunicação Social e Cultural atinge os 96,4%, segundo os últimos dados oficiais da Direção Geral de Estatísticas da Educação e Ciência.

A FCH-Católica, não só oferece o programa Erasmus, como dispõe de numerosos protocolos internacionais com instituições congéneres de países como a China, Japão, Coreia do Sul e Brasil, além dos Estados Unidos.

Ler mais
Recomendadas

Alunos da Universidade de Coimbra testam Covid-19 virtualmente

Estudantes de Medicina da Universidade de Coimbra usam ferramenta de ensino a distância para assistirem pacientes virtuais infetados com o novo coronavírus. A tecnologia é portuguesa e está disponível no mundo.

“Estado português diligenciará”: Governo promete ajudar professores a regressar de Timor-Leste

Portugal admite fecho de escolas após a declaração do estado de emergência em Timor-Leste e garante que “diligenciará no sentido de conseguir uma operação de transporte aéreo”.

Politécnico de Setúbal mobiliza comunidade na ajuda a alunos sem meios para ensino a distância

Para os cerca de sete mil alunos do IPS, o ensino a distância já arrancou, mas nem todos dispõem de equipamentos que lhes permitam prosseguir os estudos a partir de casa.
Comentários