Bankinter e COSEC assinam protocolo de distribuição de seguro de créditos

O objetivo é permitir às empresas a gestão do risco de crédito em condições mais seguras, cobrindo os prejuízos decorrentes do não pagamento das vendas a crédito de bens e serviços em Portugal e no estrangeiro.

A sucursal de Portugal do Bankinter e a seguradora COSEC assinaram esta terça-feira, em Lisboa, um protocolo de distribuição de seguro de créditos nas redes comerciais do banco espanhol. O objetivo é permitir às empresas a gestão do risco de crédito em condições mais seguras, cobrindo os prejuízos decorrentes do não pagamento das vendas a crédito de bens e serviços em Portugal e no estrangeiro.

O acordo entre as partes foi rubricado pelo CEO do Bankinter Portugal (Alberto Ramos), diretor da Banca de Empresas e membro da comissão executiva do Bankinter (José Luís Veja), presidente do conselho de administração da COSEC (Maria Celeste Hagatong) uma administradora executiva da COSEC (Ana Carvalho).

Na prática, a parceria permite auxiliar as organizações na melhoria da sua gestão financeira, através da cobertura do risco de não pagamento das vendas a crédito; aceder a diferentes condições de financiamento, com a apólice de seguro como colateral para o banco; apoiar as decisões estratégicas das empresas (conhecimento do Bankinter, analistas de risco e base de dados da COSEC) e identificar novos mercados de exportação, beneficiando da ligação acionista da COSEC à Euler Hermes.

“Este acordo permite à COSEC alargar a sua rede de distribuição e também a que mais empresas tenham acesso ao seguro de créditos e assim cresçam com solidez e segurança, com o acompanhamento especializado e personalizado da COSEC e do Bankinter”, afirmou a ‘chairman’ da companhia de seguros que celebra este ano o seu 50º aniversário.

“Insere-se no compromisso assumido de apoio às empresas em Portugal, concretizada pela disponibilização das melhores soluções no mercado. Esta associação, com uma entidade líder neste sector de atividade, permite reforçar o posicionamento como especialistas no apoio ao negócio internacional, que é um dos vetores chave de crescimento da nossa atividade em Portugal para o segmento de empresas, combinando as competências de ambas as entidades”, refere Alberto Ramos, CEO do Bankinter Portugal.

Recomendadas

Parlamento anula transferência de 476,6 milhões do Fundo de Resolução para Novo Banco

O Orçamento de Estado acaba de aprovar a bandeira do Bloco de Esquerda de impedir a injeção do Fundo de Resolução dos 476,6 milhões de euros para o Novo Banco. Esta medida deixa o banco numa situação delicada para cumprir os compromissos de limpeza do balanço assumidos com Bruxelas.

Lesados do Banif acusam BdP de morosidade e falta de diálogo no processo de recuperação de perdas

A Associação dos Lesados do Banif teve a promessa do Governo que pediria ao Banco de Portugal uma avaliação das possibilidades de recuperação de perdas. Os lesados querem ter acesso ao relatório da Baker Tilly, mas a instituição liderada hoje por Mário Centeno respondeu em agosto, com a necessidade de análise e a imperativa consulta junto do Santander Totta que comprou os ativos do Banif e a Oitante que ficou com os ativos que o banco não quis. Só que até agora não há resposta.

BPI lança contratação 100% digital de seguros

O mundo está mais digital e o BPI acaba de lançar a contratação 100% digital (à distância) de seguros – Allianz Auto, Allianz Casa e BPI Vida Familiar – através do BPI Net e da BPI App.
Comentários