Bankinter lança plataforma ‘broker’ para empresas

“As novas funcionalidades permitem aos nossos clientes gerirem de forma mais direta e imediata os seus investimentos. Ao mesmo tempo, reforçamos a informação de suporte às decisões de investimento nos mercados norte-americanos”, refere Vítor Pereira, diretor de Produtos, CRM e Marketing do banco.

O Bankinter estendeu esta quinta-feira a sua plataforma broker aos clientes empresariais. A solução digital do banco espanhol permite agora às empresas investir em ações e Exchange Traded Funds (ETF) e aceder a informação de suporte à decisão de investimento, entre a qual notas dos analistas de research do banco espanhol, dados sobre bolsas, moedas, taxas de juro e notícias de economia.

A Bankinter Broker, que foi desenvolvida para todos os que pretendem investir estava disponível para clientes particulares desde o final de 2018, passa a incluir a partir de hoje, para utilizadores não profissionais, cotações em tempo real das bolsas norte-americanas NYSE e Nasdaq, sem custos.

“As novas funcionalidades do Bankinter Broker permitem aos nossos clientes gerirem de forma mais direta e imediata os seus investimentos. Ao mesmo tempo, reforçamos a informação de suporte às decisões de investimento nos mercados norte-americanos, que continuarão a estar entre os mais dinâmicos, sobretudo nos próximos tempos”, afirmou Vítor Pereira, diretor de Produtos, CRM e Marketing e membro da comissão executiva do Bankinter Portugal, em comunicado.

Recomendadas

BCP quer preservar capital e crescer organicamente mas estudará aquisições

“O que me preocupa é a rentabilidade do sistema financeiro português e os custos de contexto, porque numa eventualidade de a banca precisar de capital, com rentabilidades muito baixas é muito mais difícil obter capital no mercado”, referiu o presidente do BCP.

BCP deu 125 mil moratórias num montante total de 8,9 mil milhões

Pelo banco foram concedidas 101.114 mil operações a particulares no valor de 4,2 mil milhões de euros. Deste montante, 91% diz respeito a crédito à habitação. Em relação às empresas, o banco deu 23.909 mil moratórias no valor de 4,7 mil milhões de euros, do qual 88% corresponde a crédito performing.
Miguel Maya

BCP regista menos valias com vendas de imóveis de 3 milhões nos nove meses

O banco vendeu nos nove meses 1.500 imóveis, dos quais 500 no trimestre. O BCP encaixou 172 milhões de euros em imóveis, com menos valia de 3 milhões face ao valor líquido de imparidades.
Comentários