Bolsa de Lisboa fecha a destoar da Europa penalizada pelo grupo EDP

A subida de 1,56%, para 13 cêntimos, do BCP não foi suficiente para amparar o índice PSI-20. EDP Renováveis caiu 0,64% apesar de ter fechado um contrato de aquisição de energia em Espanha, que prevê o fornecimento de 127,5 MW durante 15 anos à Procter and Gamble.

As bolsas europeias encerraram a sessão desta quinta-feira maioritariamente em terreno positivo, mas o índice português PSI-20 foi a exceção, fechando as negociações com uma queda de 0,20% para 5.337,34 pontos, penalizado pelas perdas da Altri, da EDP – Energias de Portugal, da EDP Renováveis (EDPR) e da NOS.

Em Lisboa, a EDPR foi um dos títulos em destaque, pois anunciou esta manhã que fechou um contrato de aquisição de energia em Espanha, que prevê o fornecimento de 127,5 megawatts durante 15 anos à Procter and Gamble. Porém, as ações caíram 0,64% para 21,72 euros.

A desvalorização da EDP foi superior, de 1,28% para 4,64 euros. Já a papeleira caiu 1,52% para 5,49 euros e a operadora de telecomunicações resvalou 0,64% para 3,39 euros. Logo, a subida significativa, de 1,56% para 13 cêntimos, do BCP não foi suficiente para amparar Lisboa.

No resto da Europa, as praças mostraram-se animadas. O índice alemão DAX encerrou com uma subida de 0,22%, o britânico FTSE 100 avançou 0,15%, o francês CAC 40 somou 0,59%, o holandês AEX ganhou 0,50%, o italiano FTSE MIB valorizou 0,83% e o espanhol IBEX 35 subiu 1,04%. O Euro Stoxx 50 ficou marcado por uma valorização de 0,56%.

“O sector de viagens e lazer esteve em destaque ao valorizar mais de 3%, impulsionado pelo disparo na ordem dos 8% da Ryanair, que elevou a meta de crescimento para os próximos 5 anos, tendo animado as companhias aéreas. Já o de recursos naturais foi pressionado pela queda das empresas do sector mineiro em reação à descida dos preços de matérias-primas como o minério de ferro”, destacou Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp, numa nota de mercado.

O preço do ‘ouro negro’ está a cair menos de 1%. O preço do WTI, produzido no Texas, recua 0,69% para os 72,11 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a desvalorizar 0,52% para os 75,07 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro está a cair 0,48% face ao dólar, para os 1,1759 dólares, enquanto a libra esterlina perde 0,39% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,3782 dólares.

Recomendadas

Wall Street fecha em alta primeira semana de resultados trimestrais

O sector financeiro arrancou mais uma época de resultados trimestrais com lucros que superaram as expectativas do mercado, impulsionando os três principais títulos norte-americanos a ganhos na semana.

PremiumMinutas da Fed sinalizam ‘tapering’ em novembro

Reserva Federal norte-americana sinalizou início do ‘tapering’ no próximo mês. Inflação pressiona ações. Começou a apresentação de resultados nos Estados Unidos.

Papeleiras e retalhistas animam última sessão da semana no PSI-20

No dia em que o PSI-20 ganhou 0,63 dólares para 6,727.52 pontos, também as praças europeias acompanharam a tendência. Sonae, Jerónimo Martins, Altri e Navigator, lideraram ganhos.
Comentários