Bolsas fecham entre ganhos e perdas. PSI-20 lidera perdas na Europa

O setor da pasta e papel em Portugal liderou as perdas, contagiado pelos resultados da Stora Enso que desiludiram ao nível das receitas. Mas não foi o único setor que fechou com perdas. A EDP e Galp registaram quedas significativas. As bolsas europeias encerram dividas entre as perdas do índice PSI20 e os ganhos do índice espanhol IBEX. Na banca a UBS duplicou os lucros no 3º trimestre.

O PSI-20 caiu 1,02% para 4.171,15 pontos e é o índice que se destaca no fecho de mercados das bolsas da Europa. Contrasta aliás com o IBEX espanhol que fechou a subir 0,98% para 6.927,3 pontos.

A maior queda coube à Altri que perdeu -3,20% para 3,63 euros; logo seguida da queda das ações dos CTT que tombaram -2,83% para 2,40 euros. Mas não foram os únicos a recuar mais de 2%. A Corticeira Amorim perdeu -2,65% para 10,28 euros; a Navigator, também do setor do papel tal como a Altri, caiu -2,42% para 2,01 euros e as ações da Pharol recuaram -2,45%.

O setor do papel  nacional foi contagiado pelos resultados da finlandesa Stora Enso, cujo EBIT operacional (175 milhões de euros) superou as estimativas, mas as receitas ficaram aquém. O resultado ajustado no 3.ºtrimestre foi de 0,15 euros por ação (quando os analistas esperavam 0,11 euros/ação). As receitas trimestrais da Stora Enso contraíram 13,4% em termos homólogos, para 2,08 mil milhões, ficando aquém dos 2,15 mil milhões esperados pelo mercado.

Abaixo da queda dos 2% no PSI-20, estão a Novabase que deslizou 1,98%; a Semapa recuou 1,96%; e a Sonae perdeu 1,9%. O BCP perdeu -1,03% para 0,0770 euros, mesmo depois da perspetiva de resultados resilientes no trimestre do CaixaBank/BPI.

Nas blue chips, a EDP perdeu -1,17% para 4,46 euros e  a Galp caiu -1,08% para 8,09 euros.

Em alta apenas fecharam a Jerónimo Martins (+0,55% para 14,66 euros) e a Mota-Engil que valorizou +2,54% para 1,132 euros. Segundo o Jornal de Negócios, o projeto de reconversão do antigo Matadouro Industrial de Campanhã, que recebeu luz verde do Tribunal de Contas em abril passado, mais de um ano depois do recurso apresentado pela Câmara do Porto em relação ao chumbo do visto prévio, vai finalmente iniciar obras esta quarta-feira. A consignação da obra de reconversão do antigo Matadouro Industrial de Campanhã foi concessionado à construtora da família Mota e à chinesa CCCC. Uma obra cujo investimento está estimado em 40 milhões de euros.

As bolsas europeias encerram dividas entre as perdas do índice português PSI20 e os ganhos do índice espanhol IBEX. O FTSE 100 de Londres fechou a subir 0,08% para 5.889,22 pontos; o CAC 40 manteve inalterado nos 4.929,3 pontos; o DAX perdeu 0,92% para 12.736,9 pontos; o FTSE MIB pelo contrário valorizou 0,56% para 19.482,13 pontos. Já o holandês AEX fechou a cair 0,22%. Também o global EuroStoxx 50 caiu 0,45% para 3.227,9 pontos.

Segundo a análise do Millennium investment banking, “os investidores aguardam desenvolvimentos sobre o próximo pacote de apoio à economia norte-americana, perante sinais de que a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, estarão mais próximos de um entendimento”.

No mundo empresarial destaque para a valorização da Logitech (+15,97%), após ter reportado os resultados do 2.ºtrimestre de 2021 e elevado o outlook para o ano fiscal de 2021, destaca o analista do BCP.

A entrar numa nova earning season, o UBS reportou lucros acima do previsto no 3.ºtrimestre. O banco suíço reportou uma subida de 99% no lucro do 3º trimestre, que somou 2,09 mil milhões de dólares (1,76 mil milhões de euros) no terceiro trimestre de 2020. Um valor que ficou muito acima do esperado pelos analistas (1,557 mil milhões de dólares, ou 1,31 mil milhões de euros).

Os lucros antes de impostos na unidade de gestão de ativos foram de 1,06 mil milhões de dólares, superando os 912,4 milhões de dólares aguardados. O rácio de capital CET1 no final do período estava nos 13,5%, levemente aquém do esperado (13,7%). O banco suíço reservou 1,5 mil milhões de dólares para a recompra de ações no próximo ano, enquanto o CEO Sergio Ermotti se prepara para entregar o cargo a Ralph Hamers.

No petróleo, o Brent em Londres valoriza 0,16% para 42,69 dólares o barril.

No mercado Forex, o euro sobe 0,52% para 1,1830 dólares.

Por fim o mercado de dívida soberana regista uma subida de 2,22 pontos base na dívida a 10 anos alemã para -0,61%. Portugal vê os juros agravarem também 2,14 pontos base para 0,16%, num dia em que se soube que o endividamento do setor não financeiro da economia atingiu o recorde de 736,557 mil milhões de euros em agosto, mais 1.724 milhões de euros face a julho, segundo a informação hoje divulgada pelo Banco de Portugal.

Espanha e Itália também têm os juros soberanos a 10 anos em alta. Em Espanha sobem 2,36 pontos base para 0,18% e Itália 0,77 pontos para 0,73%.

 

Ler mais

Recomendadas

Wall Street fecha semana no verde com perspetiva de estímulo à economia a sobrepor-se à fraca criação de emprego

Apesar dos fracos números da criação de emprego em novembro, os mercados animaram-se com as declarações de Nancy Pelosi sobre um possível acordo bipartidário para um pacote de estímulos à economia americana, isto depois do líder do Senado ter admitido o mesmo na quinta-feira.

Bolsa de Lisboa fecha em alta numa sessão animada em toda a Europa

Galp dispara mais de 5% com subida do preço do petróleo, após o anúncio de um acordo da OPEP+ em suavizar os aumentos previstos de produção de crude. O BCP fechou em alta de mais de 2% e já está acima dos 12 cêntimos.

Vencedor de concurso da Católica Porto Investment Club alerta que CBDC são “questão de segurança nacional”

Nuno Loureiro, vencedor do concurso Champion Chip 2020, organizado pela Católica Porto Investment Club, alerta que a infraestrutura tecnológica que suporta moedas digitais emitidas por um banco central (CBDC) poderão ser alvo de ataques cibernéticos de outros Estados.
Comentários