Capitalização na bolsa de Cabo Verde subiu 1,6% até março e ultrapassa os 700 milhões

A capitalização bolsista na Bolsa de Cabo Verde (BCV) aumentou 1,6% no primeiro trimestre do ano, face a 2019, ultrapassando os 700 milhões de euros, indica o relatório da instituição a que a Lusa teve esta sexta-feira acesso.

De acordo com o relatório extensivo do primeiro trimestre de 2020, libertado este mês e que ainda não incorpora dados com as consequências da pandemia de covid-19, a capitalização bolsista (aproximação do valor de mercado das empresas) na BCV atingiu em 31 de março o equivalente a 37% do Produto Interno Bruto (PIB) de Cabo Verde.

A capitalização bolsista no final do primeiro trimestre, segundo o relatório, ascendia a 77.493 milhões de escudos (cerca de 704 milhões de euros), considerando “todos os títulos admitidos à cotação”, como ações ordinárias, títulos do Tesouro, obrigações municipais e obrigações ‘corporate’.

No mercado de valores mobiliários, a quantidade de títulos cotados admitidos à negociação desceu 5,58% face ao período homólogo de 2019, enquanto o montante mobilizado em operações no mercado primário caiu para metade (-51,39%), para 2.989 milhões de escudos (27,1 milhões de euros).

A Bolsa de Valores de Cabo Verde foi criada em maio de 1998 e conta com quatro empresas cotadas, com destaque para o Banco Comercial do Atlântico (BCA, detido pelo grupo Caixa Geral de Depósitos) e para a Caixa Económica, e outras que emitem obrigações.

Os acionistas da Cabo Verde Telecom (CV Telecom), principal operadora de telecomunicações do país, aprovaram em 2018 a entrada da empresa em bolsa, que ainda não se concretizou.

Recomendadas

Parlamento angolano aprovou propostas de alteração à lei orgânica das eleições gerais

Para o deputado do MPLA Tomás da Silva, citado pela ANGOP, a lei vigente sobre as eleições gerais “foi aprovada num contexto completamente diferente do atual”, considerando a anunciada revisão como “necessária e urgente para evitar atrasos no processo de preparação e realização das eleições gerais de 2022”.

Angola com queda de 3,4% do PIB no primeiro trimestre

Governo angolano prevê que a economia do país saia este ano da recessão que enfrenta desde 2016, registando um ligeiro crescimento de 0,1%, ao passo que o Fundo Monetário Internacional antecipa uma recuperação de 0,4%.

Angola encaixou 756 milhões de euros com exportação de petróleo em junho

As vendas globais de petróleo em junho ascenderam assim a 2.320 milhões de dólares (1.969 milhões de euros), que por sua vez representaram receitas fiscais para o Estado angolano no valor de 572.949.521.082 kwanzas (756.348.594 milhões de euros).
Comentários