Comissão Europeia avança com primeiras sanções contra Itália por défice excessivo

A Comissão Europeia vai avançar com sanções contra Itália depois do Governo italiano se ter recusado a alterar as suas previsões de crescimento económico e de défice para 2019, avança a Euronews. Bruxelas dá assim o primeiro procedimento contra Itália.

A Comissão Europeia vai avançar com sanções contra Itália depois do Governo italiano se ter recusado a alterar as suas previsões de crescimento económico e de défice para 2019, avança a Euronews.

As sanções devem ser anunciadas a 21 de novembro. Bruxelas tinha exigido mudanças e o vice-primeiro italiano Matteo Salvini mostrou-se irredutível.

Recorde-se que em Outubro, a Comissão Europeia rejeitou o plano de Itália para aumentar o seu para 2,4%, e disse que a estimativa de crescimento do país era muito optimista.

No seguimento dessas críticas, foi dado um prazo ao Governo italiano para apresentar os seus argumentos, que terminava à meia-noite de terça-feira.

Recomendadas

“Vamos assistir à terceirização do e-commerce”, afirma presidente da ACEPI

O presidente da ACEPI, Alexandre Nilo Fonseca, considera que o ramo alimentar, “que até agora tem estado um bocadinho afastado do digital”, vai assistir a uma evolução no comércio ‘online’.

União Europeia facilita compras digitais mas Portugal falha prazo

“A Comissão está a acompanhar de perto a situação e em breve decidiremos as próximas medidas para garantir que todos os Estados-membros cumprem as suas obrigações”, diz Nathalie Vandystadt, porta-voz de Bruxelas.

Governo de Angola espera recessão de 1,7% em 2018

Ministro da Economia e Planeamento angolano referiu que depois de contrações de 2,6% e 0,1% em 2016 e 2017, respetivamente, a economia angolana deve ter aprofundado a queda no ano passado.
Comentários