Comissão Europeia avança com primeiras sanções contra Itália por défice excessivo

A Comissão Europeia vai avançar com sanções contra Itália depois do Governo italiano se ter recusado a alterar as suas previsões de crescimento económico e de défice para 2019, avança a Euronews. Bruxelas dá assim o primeiro procedimento contra Itália.

A Comissão Europeia vai avançar com sanções contra Itália depois do Governo italiano se ter recusado a alterar as suas previsões de crescimento económico e de défice para 2019, avança a Euronews.

As sanções devem ser anunciadas a 21 de novembro. Bruxelas tinha exigido mudanças e o vice-primeiro italiano Matteo Salvini mostrou-se irredutível.

Recorde-se que em Outubro, a Comissão Europeia rejeitou o plano de Itália para aumentar o seu para 2,4%, e disse que a estimativa de crescimento do país era muito optimista.

No seguimento dessas críticas, foi dado um prazo ao Governo italiano para apresentar os seus argumentos, que terminava à meia-noite de terça-feira.

Recomendadas

EUA: Powell reitera novamente apoio da Fed à retoma e aponta a “teste mais exigente” no capítulo laboral

O presidente da Fed voltou a reforçar o compromisso do organismo com o apoio à retoma nos EUA e, apesar de vários governadores do Comité da autoridade monetária verem já progresso suficiente no mercado laboral, esclareceu que pretende ver a economia passar “um teste mais exigente” neste capítulo.

Fed revê crescimento dos EUA em baixa e inflação em alta para este ano

A Reserva Federal estima que o crescimento real do PIB norte-americano seja menor do que os 7% estimados em junho, apontando agora para 5,6% em 2021, mas prevê que 2022 traga uma evolução do PIB mais favorável do que o calculado há três meses.

“Basta de destruir” o Fisco. Trabalhadores dos impostos fazem greve de 1 a 5 de dezembro

Em causa está o descontentamento dos trabalhadores contra a demora na regulamentação na carreira ou a perda de autonomia da Autoridade Tributária e Aduaneira, revela esta quarta-feira o STI.
Comentários