Custo das rendas pode deixar quase 20 mil alunos sem professores

Câmaras municipais pedem apoio ao Governo para fixar docentes que estejam longe de casa.

As escolas portuguesas estão a ter dificuldades em preencher os horários das turmas por causa dos preços das habitações, que é impeditivo para a generalidade dos professores, revela o “Jornal de Notícias” (JN) na edição desta segunda-feira, 18 de novembro.

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) estima que entre 19 e 20 mil alunos possam ter falta de professores a, pelo menos, uma disciplina. Segundo a Fenprof, a um mês do final do primeiro período, 244 continuavam por preencher. “São entre 750 e 800 turmas”, explica Vítor Godinho, dirigente da federação.

Os municípios de Lisboa, Setúbal e Faro são os concelhos do país onde faltam mais professores, segundo o JN. Para responder à situação, as autarquias de Lisboa, Oeiras e Faro aprovaram uma moção sobre alojamento de docentes para fixar os docentes.

“Há falta de professores e haverá cada mais, com o aumento das reformas e cursos de ensino vazios”, lamenta Rogério Bacalhau, presidente da Câmara Municipal de Faro.

Recomendadas

Qual é a diferença entre marketplace e e-commerce?

Nas suas compras virtuais procure o selo CONFIO que é um certificado atribuído a plataformas que cumprem as melhores práticas do mercado digital e da utilização da Internet e tenha sempre em atenção à sua cibersegurança, questione e procure informação em caso de dúvidas.

Saiba como funcionam os contadores inteligentes de eletricidade

Certamente já ouviu falar nos contadores inteligentes de eletricidade e nas suas funcionalidades. Mas de que se trata Basicamente são aparelhos que fazem medições digitais relacionados com redes inteligentes e que procedem ao envio automático das leituras.

Governo simplifica emissão de comprovativos do exercício de atividade profissional

A medida Simplex permite a emissão dos certificados necessários para quem pretenda ir trabalhar para um dos 27 Estados-membros da União Europeia, através de uma Mera Comunicação Prévia (MCP), no portal ePortugal (Balcão do Empreendedor).
Comentários