De Paris a Nova Iorque. Estas são as cidades mais caras do mundo

Houve alterações no topo do ranking das cidades mais caras do mundo, compilado pela Economist Intelligence Unit.

A cidade mais cara do mundo deixou de ser Singapura. Depois de ficar no topo do ranking da Pesquisa Mundial de Custo de Vida da autoria do Economist Intelligence Unit, citado pela Bloomberg, durante cinco anos consecutivos, a cidade-estado asiática junta-se agora Paris e Hong Kong num empate no topo da tabela.

Zurique e Genebra, na Suíça, completaram o top 5, enquanto Nova Iorque e Los Angeles recuperaram as posições no top 10 – sétimo e décimo lugar, respectivamente – depois de terem caído para 13º e 14º no ano passado graças a um dólar enfraquecido.

A pesquisa é projetada para ajudar as empresas a calcular subsídios de custo de vida e construir pacotes de compensação para expatriados e viajantes de negócios.

Recomendadas

Poderá o próximo James Bond ser uma mulher negra?

Depois de Daniel Craig anunciar a reforma, a imprensa britânica virou as atenções para Lashana Lynch. A confirmarem-se os rumores, esta poderá ser uma das maiores revoluções na história da saga agente secreto mais famoso do mundo.

Tivoli Palácio de Seteais eleito o melhor hotel português da Península Ibérica

Para esta avaliação, os leitores da revista votaram nas valências dos hotéis, localização, serviço e oferta gastronómica, baseando-se também nas comodidades existentes.

“Visionário tóxico” e “génio do mal”. Retrato polémico sobre Steve Jobs chega às bancas

Marta Peirano é a autora do “O Inimigo Conhece o Sistema”; “este é um livro para entender porque é que as empresas tecnológicas que geram dependência são as mesmas que espiam e manipulam os utilizadores”.
Comentários