De Paris a Nova Iorque. Estas são as cidades mais caras do mundo

Houve alterações no topo do ranking das cidades mais caras do mundo, compilado pela Economist Intelligence Unit.

A cidade mais cara do mundo deixou de ser Singapura. Depois de ficar no topo do ranking da Pesquisa Mundial de Custo de Vida da autoria do Economist Intelligence Unit, citado pela Bloomberg, durante cinco anos consecutivos, a cidade-estado asiática junta-se agora Paris e Hong Kong num empate no topo da tabela.

Zurique e Genebra, na Suíça, completaram o top 5, enquanto Nova Iorque e Los Angeles recuperaram as posições no top 10 – sétimo e décimo lugar, respectivamente – depois de terem caído para 13º e 14º no ano passado graças a um dólar enfraquecido.

A pesquisa é projetada para ajudar as empresas a calcular subsídios de custo de vida e construir pacotes de compensação para expatriados e viajantes de negócios.

Recomendadas

Já pode conhecer o Museu da Água através de uma aplicação móvel

A EPAL anunciou a disponibilidade de uma aplicação (iOS/Android) que permite conhecer com mais detalhe os monumentos do Museu da Água: o Aqueduto das Águas Livres, o Reservatório da Mãe D´Água das Amoreiras, a Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos e o Reservatório da Patriarcal.

Guta Moura Guedes à frente da Associação Comporta Futuro

A ideia é que Guta Moura Guedes, dinamizadora do Experimenta Design, traga o seu know-how e contactos para dinamizar e internacionalizar a produção cultural de região.

Documentário sobre diáspora portuguesa no Havai vai ter estreia nacional na Madeira

O realizador Ponta-Garça referiu também que já está a trabalhar na produção do próximo documentário, um filme mais abrangente que deverá estar pronto em 2020 e se vai debruçar sobre os portugueses em todos os Estados Unidos da América.
Comentários