De Winston Churchill a Abraham Lincoln. A lista exclusiva onde está Amílcar Cabral

Um painel de historiadores colocou o histórico líder do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) entre os maiores líderes mundiais ao lado de personalidades como Winston Churchill e Abraham Lincoln.

O ideólogo das independências da Guiné-Bissau e Cabo Verde, Amílcar Cabral, integra a lista dos 20 maiores líderes mundiais de todos os tempos elaborada para a BBC por um painel de historiadores.

Amílcar Cabral surge na lista elaborada para a History Extra, o site oficial do BBC History Magazine, BBC History Revealed e BBC World Histories Magazine, ao lado de nomes como o faraó Amenhotep III, do Egito, a rainha Isabel de Castela, a imperatriz Catarina, a Grande da Rússia, a líder militar francesa Joana D’Arc, o primeiro-ministro do Reino Unido Winston Churchill ou o presidente dos Estados Unidos Abraham Lincoln.

A HistoryExtra desafiou vários historiadores a nomearem aquele que consideram o maior líder da História, alguém que tenha exercido o poder e provocado um impacto positivo na humanidade, bem como a explorarem o seu legado e as características distintivas da sua liderança.

Das escolhas dos historiadores resultou uma lista de 20 personalidades que será agora submetida a votação pelos leitores até 26 de fevereiro para a escolha do grande líder histórico mundial.

Recomendadas

Teatros e cinemas podem reabrir na segunda-feira mas poucos o farão

As regras para a reabertura das salas de espetáculo e eventos culturais ao ar livre, divulgadas esta semana, exigem máscaras, lugares marcados, definição de vias de entrada e de saída, limpeza e desinfeção das instalações e recintos.

Parlamento chumba resolução para que verba do TV Fest fosse aplicada no apoio à cultura

O projeto de resolução dos bloquistas foi chumbado com os votos contra de PS e PSD, a abstenção de CDS-PP, Iniciativa Liberal e Chega e os votos favoráveis de BE, PCP, PEV, PAN e da deputada não inscrita Joacine Katar Moreira.

Feira do Livro de Lisboa realiza-se entre 27 de agosto e 13 de setembro

Durante 18 dias, os livros vão voltar a encher o Parque Eduardo VII, através de centenas de marcas editoriais, com o objetivo de promover o livro e os hábitos de leitura, atrair visitantes de todo o país, e promover uma “intensa programação para toda a família”.
Comentários